Investigadora da UMinho vence Prémio de Arqueologia Eduardo da Cunha Serrão

Foi atribuído, no passado dia 18 de junho, a  Fernanda Magalhães, investigadora do Lab2PT, da Universidade do Minho,  o Prémio de Arqueologia Eduardo da Cunha Serrão (6a edição), como resultado da sua Tese de Doutoramento intitulada “A domus romana no NO Peninsular. Arquitectura, construção e sociabilidades“.
Este prémio é atribuído anualmente pela Associação dos Arqueólogos Portugueses e tem como objetivo homenagear a memória daquela personalidade e promover a investigação científica em Portugal entre as gerações mais jovens.

O Laboratório de Paisagens, Património e Território (Lab2PT) é uma unidade de R&D da Universidade do Minho, avaliada como excelente pela Fundação para a Ciência e Tecnologia. Esta unidade está focada nas ciências sociais e nas humanidades, integrando uma grande variedade de investigadores de diferentes áreas científicas (arqueologia, arquitectura e urbanismo, design geografia, geologia, história e artes visuais) convergindo no interesse comum pelo estudo do território, as suas paisagens e heranças, entendidas como a expressão material e cultural das sociedades ao longo do tempo.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?