JOSÉ PESEIRO: “TREINAR O VITÓRIA ERA UM SONHO E UM OBJETIVO”

José Peseiro foi esta quarta-feira, ao final da tarde, apresentado como novo treinador do Vitória. Aos 57 anos, o técnico assinou contrato até ao final da temporada 2018/19. Apesar da longa carreira, tem apenas quatro épocas e meia na Primeira Liga.

O treinador elogiou e agradeceu o trabalho de Pedro Martins, e garantiu que os objetivos se mantêm intactos. “Os objetivos foram traçados e são a esses que eu me proponho a lutar e concretizar. (sobre o quinto lugar não poder dar acesso à Europa) Não vale a pena especular, estão 30 pontos em disputa e achamos que é possível alcançar o quinto lugar”, afirmou.

[Sobre o que pretende mudar na equipa]: “O trabalho do Vitória não começa hoje, começou em julho, e acredito muito no trabalho que foi feito até agora. Quero valorizar o que foi feito, pois não existe muito tempo, mas há ideias que serão novas. Vi muitas vezes o Vitória esta época e vi coisas muito boas”.

Peseiro admitiu que esta foi a terceira vez que foi abordado para assumir o comando técnico do Vitória, e a segunda durante a presidência de Júlio Mendes. “Quando iniciei a minha carreira era um sonho e um objetivo treinar o Vitória, mas não é só para mim, é para qualquer treinador em Portugal”, disse o treinador.

O treino desta tarde já foi orientado por Peseiro e pela sua equipa técnica. O treinador aproveitou para dialogar com os jogadores. “O caminho é jogar bem, mas queremos vencer. Já disse aos meus jogadores que estão num clube muito grande. Tem uma massa associativa impressionante, em exigência, mas também em apoio. Um estádio lindo e uma forma de sentir o clube que muito poucos clubes em Portugal têm”, adiantou Peseiro.

O treinador principal será acompanhado pelo adjunto Nuno Presume – esta temporada foi treinador do 1º de Dezembro, no Campeonato de Portugal, Daniel Correia (treinador de guarda-redes), Ricardo Ribeiro (preparador-físico) e Vítor Peseiro (adjunto e scouting).

Júlio Mendes diz que não hesitou na contratação de Peseiro

“No momento em que tivemos que tomar decisões, ponderámos as várias opções. Tínhamos várias soluções em cima da mesa e aquela que nos pareceu melhor, sem dúvida, e com a qual não hesitámos minimamente, foi a escolha do professor José Peseiro”, disse o presidente vitoriano.

Quanto aos objetivos, Júlio Mendes diz que não deita a toalha ao chão na luta pela Europa, “enquanto for matematicamente possível”.

Contrato até 2019 é “legítimo”

Com eleições marcadas para 24 de março, Júlio Mendes contratou o novo treinador até junho de 2019.

Para o presidente vitoriano, existe legitimidade para tomar a decisão: “mal estaríamos se a entidade que foi criada (SAD), terminando o mandato do conselho de administração da SAD apenas a 30 de junho de 2019, parasse de decidir e gerir porque o clube está em eleições. Existe toda a legitimidade para as decisões que estou a tomar. As eleições em nada interferem com as decisões do conselho de administração eleito tem que tomar e que deverá tomar até final do seu mandato”, afirmou Júlio Mendes.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?