Mais de 12.000 participantes na 13.ª edição da START POINT Summit

A 13ª edição da START POINT Summit percorreu talks, mentorias, apresentações de projetos e uma mostra empresarial com mais de 50 empresas. O evento decorreu no campus de Gualtar, na Universidade do Minho, nos dias 19 e 20 de outubro e permitiu aos participantes um contacto direto com o mercado de trabalho.

O último dia de feira arrancou com a talk “Criação de um Produto: Behind the Scenes”, com a orientação da empresa Codepoint, que abordou o processo de criação de uma app, nomeadamente a app START POINT Summit, uma das novidades do evento, que registou mais de 1.300 downloads. O alerta sobre a praticidade de um produto foi dado pela designer presente, que reforçou a “necessidade de haver um olhar estético sobre aquilo que é funcional”.

Ainda durante a manhã, o “Futuro da Tecnologia” foi tema de discussão com convidados como Pedro Arezes, presidente da escola de Engenharia e diretor do Programa MIT Portugal, e Rui Monteiro, coordenador do órgão de acompanhamento das dinâmicas regionais do Norte.

Pedro Arezes defendeu que a evolução das tecnologias será cada vez mais uma consequência da investigação espacial. “A Universidade do Minho prepara-se para oferecer um curso de engenharia aeroespacial que terá um papel fundamental na investigação de questões tecnológicas complexas”. Por outro lado, Rui Monteiro destacou o impacto da tecnologia no mercado de trabalho, transparecendo a ideia de que “os maus professores vão desaparecer pela necessidade que existirá de saber comunicar aprendizagens”.

Muitos foram os estudantes que frequentaram o recinto e estabeleceram contacto com as empresas, destacando “a proximidade disponibilizada por parte de cada empresa, que permitiu estar à vontade para esclarecer todas as dúvidas”.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?