Meu querido mês de agosto

por Carlos Guimarães

Médico urologista

Se tiver a saúde do meu lado serei sempre um privilegiado, por isso ao escrever na primeira pessoa, não me refiro exclusivamente a mim.

Querido mês de agosto eu sei que és a miragem no tempo de muitas pessoas, mas também sei que tens a noção de que este ano serás o mês de agosto mais estranho de sempre. Querido agosto este ano não te venho pedir umas férias maravilhosas com o ar e a água na temperatura ideal, não me leves a mal mas este ano nem te peço férias. É certinho que vamos dar uns mergulhos, esturricar a pele, fazer uns churrascos e beber uns copos, mas na verdade nem me importo de trabalhar. Podes achar estranho, mas acredita que te venho pedir trabalho porque estando a trabalhar em agosto significa que tenho emprego. Eu e tu querido agosto sabemos que muitos dos nossos parceiros de verão estarão desempregados e por isso seria muito injusto da minha parte pedir-te umas férias de sonho.

Querido agosto não fiques triste porque o mês de agosto continuará a existir todos os anos e acredito que para o ano serás um agosto igual a ti próprio, mais puro e menos conspurcado, um agosto melhor e nós teremos de nos aguentar à espera desse agosto que tanto desejamos. Acredita que nos vamos desenrascar e tudo será mais fácil se não perdermos o juízo. De carro, de mota, bicicleta ou a pé a gente vai dar umas voltas e ao contrário dos outros anos se estiver a trabalhar vou agradecer.

Querido agosto eu sei que estás triste porque não terás as enchentes dos festivais de verão e até das festas populares, mas podes sempre dar uma palavrinha aos senhores da Festa do Avante, porque ao que parece não há bicho que lhes pegue nem lei que não possa ser dobrada, e como os camaradas devem ficar por cá, nada impede que essa “atividade política” se arraste umas semanitas para o querido mês de agosto. Fica a dica!

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?