Município aprova voto de pesar por João Cutileiro

© Global Imagens

Em reunião de Câmara, foi aprovado um voto de louvor por João Cutileiro, escultor que faleceu a 05 de janeiro, aos 83 anos, “deixando um legado de enorme relevância no mundo das artes e, em particular, na cidade de Guimarães.”

João Cutileiro foi o autor da obra de D. Afonso Henriques (inaugurada em 2001), que se encontra no Largo da Misericórdia, considerada um “símbolo da contemporaneidade” no Centro Histórico medieval, e apresentou, em 2018, uma das suas últimas exposições no Centro Internacional das Artes José de Guimarães.

“Uma perda para a cultura portuguesa e para o mundo das artes”

Câmara Municipal de Guimarães

A Câmara Municipal de Guimarães enaltece a importância do seu legado, a marca indelével no Centro Histórico da Cidade e apresenta as sentidas condolências à Família de João Cutileiro, manifestando que “a notícia da sua morte é uma perda para a cultura portuguesa e para o mundo das artes, sendo uma notícia triste também para Guimarães perante uma relação que foi construída e alicerçada ao longo dos últimos anos”.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?