OBJETOS SONANTES INUSITADOS NO CCVF

De 27 de abril a 13 de julho, a Sonoscopia apresenta no Centro Cultural Vila Flor uma exposição que parte da ideia de “colecionismo sónico”. Entre o fascínio e a obsessão, a acumulação de materiais, de objetos peculiares produtores de som, gravações de fontes sonoras encontradas e o gosto pela transformação de desperdícios, encontra-se a disposofonia.

É neste lugar imaginado, mas que carateriza a realidade do coletivo de músicos da Sonoscopia, que nascem novos
instrumentos e se pensa a música como espaço de igualdade entre todos os sons e se liberta o ruído das suas amarras seculares.

A inauguração da exposição – marcada para as 18h30 – será assinalada por dois concertos. O primeiro, concebido e interpretado por Henrique Fernandes, Alberto Lopes e Jorge Quintela, baseia-se na utilização de materiais sonoros provenientes das captações dos campos eletromagnéticos que orbitam vários tipos de fontes luminosas.

Às 19h15, no Pequeno Auditório do CCVF, é a vez do concerto de Paul Lovens e Florian Stoffner, uma atuação que reúne duas gerações de músicos fulcrais no panorama do jazz de vanguarda e da música improvisada.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?