Painel de azulejos marca abertura das Gualterianas 2021

Foi inaugurado na quinta-feira, dia 22 de julho, no largo do Trovador, o painel comunitário de 714 azulejos, para assinalar o arranque das Gualterianas 2011.

Foto: CMG

Construído por centenas de mãos, muitas delas sem nenhuma experiência artística, a obra de arte teve origem numa proposta do artista plástico Nuno Machado, apresentada há precisamente um ano. Há mão de vimaranenses de todas as idades e até de estrangeiros que estavam de passagem.

Esta sexta-feira, às 17h00, abre a 33.ª Feira de Artesanato de Guimarães; a iniciativa vai contar28 stands de Guimarães e de outras regiões do país, o mesmo número de 2020. Às 17h30, é inaugurada a “Floresta Criativa”, uma exposição de peças ligadas à natureza já vistas em edições anteriores da Marcha Gualteriana.

Ainda sem Marcha Gulateriana, como aconteceu em 2020, mas com o regresso dos concertos, embora não na Plataforma da Artes, como inicialmente previsto. Os espetáculos foram deslocados para o grande auditório do CCVF e para a igreja de São Francisco.

O grande auditório do Vila Flor será limitado a 50% da sua capacidade, ou seja, 396 pessoas e os bilhetes serão gratuitos.

A exposição “20 anos de Guimarães Património Mundial”, com inauguração agendada para as 18h00 de 30 de julho, no largo do Toural, vai reunir peças referentes a espaços classificados pela UNESCO, umas expostas em outros anos, outras inéditas. 

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?