PAN questiona Tratave sobre descargas efetuadas no Rio Ave

A Comissão Política Concelhia de Famalicão do PAN (Pessoas, Animais, Natureza) questionou a empresa TRATAVE, Tratamento De Águas Residuais Do Ave, S.A, localizada em Serzedelo, Guimarães, sobre as descargas efetuadas no Rio Ave, na freguesia de Pedome, na passada segunda-feira, dia 15 de Março.

Segundo nota enviada ao Mais Guimarães, Sandra Pimenta, porta-voz do partido, refere estarem a assistir “a constantes atropelos ambientais que colocam em causa a recuperação da biodiversidade do rio Ave. É chocante ver que uma empresa, que deveria ter como princípio contribuir ativa e positivamente para a despoluição dos nossos rios, não acautelar esta situação”.

A concelhia, que diz ter dirigido um conjunto de questões à empresa, “recebeu em resposta apenas o que já era público. Pelo que, por forma a perceber o processo desencadeado neste procedimento”, reforçou o pedido de esclarecimentos. 

Segundo Sandra Pimenta, importa à concelhia do PAN saber que “tipo de descarga se trata, em relação à sua composição química, que quantidade foi efetivamente descarregada, e se a empresa procedeu a alguma análise à mesma, atendendo às declarações da empresa que garante que estas descargas apenas causaram um impacto ambiental reduzido”.

Para o PAN, as descargas provenientes de unidades industriais são transportadoras de uma “concentração elevadíssima de poluentes e por isso, a concelhia lamenta a falta de medidas de contenção ou prevenção por forma a agir em caso de sobrecarga”. A nota acrescenta que “qualquer que seja a origem das descargas de efluentes –  agrícolas, industriais ou particulares –  estas são extremamente poluentes e têm sempre consequências devastadoras para a biodiversidade do rio, quer afastando, quer eliminando algumas espécies locais, como é o caso da lontra comum”. 

A porta-voz da concelhia de Famalicão do partido, termina referindo ser “imperioso  criar alternativas para o tratamento eficaz das águas da rede, seja através do aumento da capacidade de tratamento, da interligação de unidades existentes, ou até do aumento da sua capacidade de tratamento atual”.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?