“PARTICIPAÇÃO” FOI A PALAVRA-CHAVE NA ABERTURA DO ENCONTRO NACIONAL DE VEREADORES DA JUVENTUDE

O 2º Encontro Nacional de Vereadores da Juventude decorreu esta segunda-feira, 16 de abril, na Black Box da Plataforma das Artes. A organização esteve a cargo da Casa de Juventude de Guimarães.

@ CMG

Guimarães foi a cidade escolhida para o 2.ª Encontro Nacional de Vereadores da Juventude, este ano sob o tema “Juventude e Desenvolvimento Sustentável”, e a organização ficou a cargo da Casa da Juventude de Guimarães. Os trabalhos tiveram lugar esta segunda-feira, 16 de abril, na Black Box do CIAJG, na Plataforma das Artes, e contaram com a presença do Secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, e da Vereadora da Educação, Cultura e Juventude, Adelina Pinto. Perante uma plateia praticamente cheia, o evento abriu com duas atuações artísticas, por dois jovens vimaranenses, ao que se seguiram as intervenções protocolares.

João Paulo Rebelo, Secretário de Estado, evidenciou a importância do papel das autarquias na definição das políticas públicas de juventude, bem como a proximidade que estas podem estabelecer com os jovens desde tenra idade. João Paulo Rebelo destacou ainda o trabalho do IPDJ em matérias de estudo e observação de práticas, nomeadamente em Políticas Municipais de Juventude. Outras das ideias fortes da intervenção do Secretário de Estado foi a de “empoderamento” dos jovens, de forma a que toda a sua energia criadora possa ser aproveitada para a tomada de decisões, definindo-se a palavra “participação” como a palavra-chave que domina a preocupação atual.

Adelina Pinto, Vereadora da Educação, Cultura e Juventude, afirmou ser para Guimarães um prazer receber tão importante encontro, insistindo na ideia da importância das políticas municipais para a juventude e de uma perspetiva integrada que possa assentar em vários eixos de intervenção: o empoderamento (de todos em todo o território), a formação cultural, a defesa do Património e o desporto. Adelina Pinto disse que um plano para a juventude só ganha com o contributo dos jovens, sendo atual preocupação da autarquia a lacuna que ainda falta resolver que se prende com a participação.

A Casa da Juventude organizou o evento, tendo Filipa Pereira, em seu nome, referido a importância de serem estabelecidos laços, de se criarem redes de contacto e do trabalho colaborativo de todos os jovens com o objetivo de serem aprendidas táticas municipais distintas. “Os jovens têm um papel estratégico”, referiu.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?