PRAÇA SENHOR DOS AFLITOS É A NOVA CENTRALIDADE DE CAMPELOS

O presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, presidiu, na manhã deste domingo, à inauguração da nova Praça do Senhor dos Aflitos, anteriormente designada por Largo Comendador Manuel Gonçalves, localizada em Campelos, na vila de Ponte.

“Este espaço fazia falta e era uma reivindicação que tinha mais de duas décadas e era uma vontade destas duas pessoas requalificar esta zona e foi isso que fizemos”, afirmou, ao Mais Guimarães, Sérgio Castro Rocha, presidente da Junta de Freguesia. “Quando tomámos posse há quatro anos começámos logo a elaborar um projeto que fosse do consenso de todos e agora foi executar a obra”, disse.

Segundo o presidente, nos próximos quatro anos, Campelos irá merecer uma atenção especial por parte da Junta: “há uma obra emblemática que é a construção da vila desportiva e é nesse projeto que estamos a trabalhar e acredito piamente que seja uma realidade nos próximos quatro anos”.

Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal de Guimarães, mostrou-se agradado com o resultado da intervenção: “é um espaço de encontro e de sentido de pertença das pessoas que aqui fazem a sua vida. Tínhamos que fazer esta obra, mas tínhamos que a fazer bem e bonita. Costumo dizer que precisamos de fazer, muito, mas mais do que fazer é preciso fazer com qualidade”.

As árvores existentes na anterior praça foram substituídas por sete oliveiras e a iluminação pública foi reposicionada e alterada para tecnologia LED. Foi também efetuado o rebaixamento da cota do jardim à cota dos percursos pedonais aproximando o cidadão às zonas verdes e de estar.

Paulo Teixeira é o novo “Embaixador Nobre” da vila de Ponte

A Junta de Freguesia atribuiu o título de “Embaixador Nobre” da vila de Ponte a Paulo Teixeira, Presidente do CSRC de Campelos. Este título é atribuído a personalidades pelo trabalho efetuado em áreas socialmente relevantes da vila que promovem o bem comum. Em 2017, o prémio foi atribuído a Domingos Bragança.

“Se hoje quiseram fazer isto comigo, deve-se ao trabalho que foi desenvolvido ao longo dos anos, mas não posso deixar de dizer que não fui só eu, tive a sorte de ter uma família extraordinária que me apoia e abdica da minha presença, para que eu possa fazer o que faço”, afirmou Paulo Teixeira.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?