PRESIDENTES DA JUNTA CONTRA O ENCERRAMENTO DO POSTO DOS CTT DE RIBA DE AVE

Os presidentes da Junta de Freguesia de Guardizela e Serzedelo manifestaram-se contra o encerramento do posto dos CTT de Riba de Ave, Vila Nova de Famalicão.

O presidente da Junta de Freguesia de Guardizela, Paulo Silva, manifestou-se contra o encerramento do posto dos CTT de Riba de Ave, Vila Nova de Famalicão, que vai causar transtornos à população, referindo que a Junta se vai reunir para encontrar soluções para revindicar este processo.

“Estamos a pensar em revindicar todo este processo. Vamos reunir”, lamentou Paulo Silva, em declarações ao Mais Guimarães. Para o autarca, as razões do encerramento devem-se aos “custos” dos serviços, lembrando que o Governo deveria ter uma “palavra a dizer” sobre o assunto.

A população daquela Freguesia tem o código Postal de Famalicão, o que vai obrigar a uma viagem mais longa.

Nélson Ferreira, presidente da Junta de Freguesia de Serzedelo, partilha o sentimento de revolta do autarca vizinho, mas revela que o posto de Serzedelo “está pronto” para receber um maior fluxo de pessoas.

Maria Adelaide, de 79 anos, foi apanhada de surpresa com a informação e mostrou-se preocupada. “Há muita gente que usa este posto de correios. Ninguém pensa na população”, afirmou.

“Os idosos onde vão buscar a reforma?”, questionou Joaquim Silva, de 84 anos, acrescentando que os utilizadores desta faixa etária “vão ter que andar com o dinheiro da reforma de um lado para o outro, em locais públicos. Acho que deve fazer alguma coisa para que isto não aconteça”, frisou.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?