Quinta dos Encados: Em Guimarães faz-se o melhor vinho verde do mundo

O Quinta dos Encados grande escolha e o Quinta dos Encados loureiro, são detentores de alguns dos melhores prémios no Concurso Mundial de Bruxelas e no Concurso da Região dos Vinhos Verdes.

Quinta dos Encados barra

A Medalha de Ouro para Melhor Vinho 2022, atribuída pelo Concurso Mundial de Bruxelas, foi o mais recente prémio atribuído aos vinhos produzidos na Quinta dos Encados, localizada na Montanha da Penha, na freguesia de Vila Nova das Infantas.

© Eliseu Sampaio / Mais Guimarães. Maria José Areias e o marido, Rui Carvalho de Azevedo

É sábado, percorremos sem pressas as estradas verdejantes da Montanha da Penha, num percurso que nos levará até à encosta nascente do “farol de Guimarães”. A expectativa é grande, encontrar a Maria José e o Rui que nos vão mostrar a Quinta e as histórias por trás do vinho que ali se faz, premiado recentemente, a 27 de abril, com a medalha de ouro no Concurso Mundial de Bruxelas, tido como o maior concurso vinícola do mundo.

Passamos a Penha, entre as muitas pessoas que por ali circulam nesta altura do ano, procurando a frescura que a montanha oferece e descemos para a Lapinha. Pouco tempo depois, um placa aponta-nos a chegada.

Após uma breve passagem pela floresta, avistamos as vinhas, e a Casa Senhorial, construída em 1836 e agora reconfigurada com um toque de contemporaneidade, com a assinatura dos Arquitetos Ricardo Bastos Areias e Miguel Borges da Costa, e que em breve estará pronta a receber-nos. A nós e aos turistas que ali quiserem passar algum “bom tempo” da sua vida. Recentemente, a Quinta dos Encados passou a integrar também o Roteiro de Enoturismo de Guimarães, e assim, são possíveis as visitas guiadas à quinta, às suas instalações, e a prova dos vinhos excecionais que ali se produzem.

© Eliseu Sampaio / Mais Guimarães. A Quinta dos Encados possui alguns recantos de uma beleza natural que os proprietários querem partilhar.

Chegamos. A Maria José Areias e o marido, Rui Carvalho de Azevedo, médicos de profissão, aguardam-nos de sorriso no rosto. Estes, dizem-nos, são “dias de satisfação” para todos os que trabalham na Quinta. “É bom vermos reconhecida a nossa dedicação e percebermos que estamos no caminho certo, e que aposta que fizemos há cinco anos foi a aposta certa”.

Na verdade, apesar da Quinta dos Encados ser uma propriedade que conta com uma história de quatro décadas dedicadas ao cultivo da vinha e produção de vinhos, foi há cinco anos que se deu a aposta mais significativa nos vinhos com marca própria. Em vinhos de qualidade superior que se criam num processo de produção integrada, protegendo o ambiente e, simultaneamente, aumentando a qualidade da produção da vinha.

Estes foram cinco anos repletos de histórias e distinções, contam os anfitriões Maria José e Rui, apontando orgulhosamente para as medalhas alcançadas. Em 2019 e 2022 o vinho recebeu o verde de ouro no Concurso da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, tendo sido verde de honra em 2020 e 2021. Em 2020 foi medalha de prata no Concurso Mundial de Bruxelas e agora subiu ao patamar mais alto, o de ouro, sendo distinguido como o melhor vinho verde do Mundo.

© Eliseu Sampaio / Mais Guimarães. O Quinta dos Encados grande escolha e o Quinta dos Encados loureiro, são detentores de alguns dos melhores prémios no Concurso Mundial de Bruxelas e no Concurso da Região dos Vinhos Verdes.

Para Maria José Areias, esta é uma boa forma de homenagear o seu pai, Armando Areias, o fundador da Quinta, “um homem à frente do seu tempo”, que a adquiriu na década de 70 e ali iniciou a plantação de árvores de fruto.  Só alguns anos mais tarde, se deu ali a plantação da primeira vinha, que atualmente se estende por 8 dos 13 hectares.

ATUALMENTE, MARIA JOSÉ AREIAS, JUNTAMENTE COM A SUA FAMÍLIA, PERPETUAM A TRADIÇÃO, MANTENDO VIVA A PAIXÃO DO PATRIARCA.

Apesar da supervisão de profissionais, como a orientação técnica do Enólogo António de Sousa, Maria José Areias realça o envolvimento de todos, também da participação da família e dos amigos, que lhes permite “sentir de forma ativa e pura o processo de produção dos seus vinhos”. Estes momentos acontecem sobretudo na altura das vindimas.  “São momentos de confraternização e que me fazem recuar à infância”, conta-nos.

© Eliseu Sampaio / Mais Guimarães

Atualmente, nos oito hectares de vinha são produzidos anualmente cerca de 60 pipas, uma produção que “é para manter”, segundo Rui Carvalho de Azevedo, porque a aposta continuará na qualidade. Ali é produzido um vinho monocasta Loureiro, e um Grande Escolha, com 60% de Loureiro e 40 % Arinto. Vinhos que estão com uma ótima aceitação do mercado nacional, e a iniciar o processo de exportação.

© Eliseu Sampaio / Mais Guimarães. A Família integra, orgulhosamente, a Confraria dos Vinhos Verdes.

E ali ficamos, em conversa amena, sorriso no rosto, a apreciar a paisagem verdejante, as vinhas a formarem os seus cachos, o tempo a passar.

De copo na mão, rendidos, brindando à vida e à excelência do vinho verde, de ouro.

Quinta dos Encados

Rua das Alminhas, Nº 9003

4810-622 Infantas

Guimarães

T. 916 059 686

Info@quintadosencados.com

www.quintadosencados.com

PUBLICIDADE

Arcol

Partilhar

PUBLICIDADE

Ribeiro & Ribeiro
Instagram

JORNAL

Tem alguma ideia ou projeto?

Websites - Lojas Online - Marketing Digital - Gestão de Redes Sociais

MAIS EM GUIMARÃES