Sequestro, agressão e roubo em Calvos: na acusação do MP

Os factos ocorreram em junho de 2018, na freguesia de Calvos. O Ministério Público do Tribunal de Guimarães acusou, agora, dois arguidos da prática em co-autoria dos crimes de ofensa à integridade física qualificada, sequestro e roubo.

Foto: Eliseu Sampaio

De acordo com o Ministério Público, pelas 21h30 daquele dia, os dois arguidos esperaram o ofendido à porta de um café. Um dos arguidos agrediu a vítima com um soco na cabeça provocando-lhe a queda e perda de sentidos.
A vítima foi colocada na mala de uma viatura e levada, sem sentidos, para um local ermo, junto ao cemitério de Calvos. Neste local “socaram e pontapearam o ofendido”.

Os arguidos são acusados acusados de se terem apoderado de um telemóvel e 135 euros em dinheiro que pertenciam à vítima.

Vão responder pelos crimes em co-autoria de ofensa à integridade física qualificada, sequestro agravado e roubo.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?