TRIBUNAL DE RELAÇÃO DE GUIMARÃES MANTÉM PENA SUSPENSA A HOMEM QUE AMEAÇOU A MULHER COM MOTOSSERRA

Agressor recorreu da decisão, mas o Tribunal da Relação mantém pena de quatro ano e três meses

O agressor recorreu para o Tribunal da Relação de Guimarães com a intenção de diminuir a setença para dois anos e um mês. ©Direitos reservados

O caso remonta a junho de 2018, quando um homem de 53 anos ameaçou a mulher com uma motosserra. Em junho de 2019, o Tribunal Judicial de Guimarães condenou o arguido a quatro anos e três meses de prisão, com pena suspensa.

Agora, seis meses depois, o JN noticia que o Tribunal de Relação de Guimarães manteve a sentença, já que o arguido recorreu da decisão de primeira instância que o condenou por crime crime de violência doméstica, quatro de ameaça agravada e um de ofensa à integridade física. A mesma fonte informa que no acórdão, os juízes desembargadores reiteraram algumas reservas “sobre o efeito contentor da suspensão da execução”

O agressor recorreu para o Tribunal da Relação de Guimarães com a intenção de diminuir a setença para dois anos e um mês.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?