UM MILHÃO E MEIO DE EUROS PARA CLUBES E ASSOCIAÇÕES DESPORTIVAS

“Guimarães não tem condições para todos os anos conceder apoios financeiros desta dimensão”, afirmou Domingos Bragança, esta segunda-feira, após a vereação municipal vimaranense aprovar por unanimidade a atribuição de subsídios no valor de 1, 5 milhões de euros às associações desportivas do concelho.

© Mafalda Oliveira/ Mais Guimarães

Esta segunda-feira, a vereação municipal vimaranense aprovou por unanimidade a atribuição de subsídios no valor de 1, 5 milhões de euros às associações desportivas do concelho, englobando o apoio à realização de eventos desportivos, à atividade competitiva internacional e à formação desportiva. Relativamente ao ano passado, o valor quase duplicou. O autarca Domingos Bragança admitiu que “Guimarães não tem condições para todos os anos conceder apoios financeiros desta dimensão”. “É um valor muito elevado e, por isso, temos de estar atentos porque depois há apoios atribuídos aos clubes que não se esgotam neste subsídio”, lembrou.

O Brito Sport Clube, Clube Desportivo de Ponte, Grupo Desportivo de Gémeos, o Grupo Desportivo Souto e Gondomar e o CCD O Desportivo de Ronfe vão ter relvados sintéticos. Será, também, apoiada a construção da denominada Vila Desportiva do Moreirense Futebol Clube, complexo desportivo que agregará as valências deste clube num único espaço, com a atribuição de um subsídio de 600 mil euros, a pagar em três anos (200 mil euros/ano). Ao Vitória foi atribuído um apoio de 330 mil euros nos próximos dois anos, para obras de beneficiação nos balneários da Academia e Pavilhão.

Foram aprovados ainda apoios à requalificação de algumas instalações desportivas que exigem uma intervenção urgente no sentido de dotá-las de condições adequadas para a prática desportiva diária, num total de 152 mil euros, integrando-se neste grupo os seguintes clubes desportivos: Grupo Desportivo Recreativo e Cultural de Candoso S. Tiago, Associação Cultural e Desportiva Ases Sta. Eufémia, o GCD Águias Negras Tabuadelo, a União Desportiva de Airão, o Centro Social e Paroquial de S. Martinho de Candoso e a Associação de Desportos de Combate KTF de Guimarães, Os Sandinenses GDRC e o Grupo Desportivo União Torcatense.

Já Ricardo Costa, vereador com o pelouro do desporto, falou num “ano ímpar” por estarem contemplados “muitos relvados sintéticos, o apoio à Guimagym e AJKP na construção de uma academia, devido à sobrelotação da Academia de Ginástica e assim responder a essa necessidade”. “As associações fizeram um protocolo onde vão fazer a reabilitação de uma fábrica têxtil que está devoluta, numa zona da cidade e onde terá uma dinâmica numa espécie de complexo onde se juntará saúde e bem-estar”, apontou.

O vereador assinalou igualmente a importância do apoio à vila desportiva do Moreirense e às obras de beneficiação nos balneários da Academia e pavilhão do Vitória SC. “São apoios extraordinários, mas temos de responder à necessidade que os clubes e associações desportivas têm demonstrado”, explicou.

Por seu lado, o vereador do PSD, André Coelho Lima, justificou o voto favorável, sublinhando que “há valores elevados e investimentos extraordinários”. “Se há área onde faz sentido apoiar os clubes e instituições desportivas é no investimento, porque no dia-a-dia os clubes devem fazer a gestão com os meios que conseguirem gerar”, analisou.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?