UMinho acolhe debate sobre empregabilidade para a inclusão

A Escola de Economia e Gestão (EEG) da Universidade do Minho acolhe esta quarta-feira, dia 10 de novembro, a open talk “Empregabilidade para a inclusão: sustentabilidade e responsabilidade social”, a partir das 10h00, no auditório A1 do campus de Gualtar, em Braga.

A sessão de abertura conta com representantes do Instituto de Segurança Social, da União das Misericórdias e IPSS, do Instituto de Emprego e Formação Profissional e da EEG. Às 10h30 decorre a mesa redonda “Economia circular: oportunidades e desafios”, com João Menezes (Business Council for Sustainable Development), Jorge Araújo (Centro para a Valorização de Resíduos), Pedro Norton (GreenFest), Filipa Gouveia (Circular Economy Club) e Sílvia Sousa (EEG). Segue-se um momento cultural da Plataforma Mosaico.

Às 14h30, a mesa redonda “Práticas de empregabilidade e inclusão” junta Mariana Eugénio (Centro Social de Soutelo), Vitor Torres (Delta Cafés), João Queiróz (Fundação Aga Khan), Maria do Carmo Pinto (Programa Incorpora) e Carlota Quintão (Just Green – A3S). A sessão de encerramento é às 16h00, com o professor João Cerejeira, da EEG, a proferir a palestra “Que futuro para a sustentabilidade ambiental e emprego inclusivo?”.

O evento pretende “motivar e inspirar para a ação num momento de rutura planetária e crise ambiental”, através de uma conversa livre sobre experiências e ideias e ideais que abram caminhos para um futuro da responsabilidade de cada um e da comunidade, aprofundando um “modelo de desenvolvimento sustentável que ligue o emprego, a inclusão e o ambiente”, explica a organização em comunicado.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?