VITÓRIA SEGUE EM FRENTE COM SUSTO NO FINAL

O objetivo vitoriano de atingir a final da Taça de Portugal continua vivo, depois do triunfo por 2-1 na casa emprestada do Santa Iria, equipa dos campeonatos distritais da AF Lisboa. Bernard e Soares adiantaram a equipa vimaranense no marcador, mas Flecha reduziu já depois dos 90, e Rui introduziu novamente a bola na baliza vitoriana, mas com falta sobre Miguel Silva.

O Vitória chegou ao minuto 90 com uma vantagem de dois golos, mas no período de compensação sofreu o 2-1 por Flecha, e, poucos instantes depois, Rui marcou de novo para a equipa de Loures, mas o árbitro Tiago Antunes assinalou falta sobre Miguel Silva, apitando para o fim da partida pouco depois.

Perante bancadas cheias no campo do Sacavenense, com adeptos ruidosos no apoio prestado à equipa da casa num ambiente de verdadeira “Festa da Taça”, a equipa de Pedro Martins deparou-se com um final inesperado após uma segunda parte em que até esteve melhor do que na primeira e, em que além do golo de Soares, poderia ter igualmente marcado por Alex e David Texeira, duas estreias em jogos oficiais nesta época.

O golo de Bernard, à passagem da meia hora, em resposta a um livre cobrado por Tozé, permitiu à formação da cidade-berço chegar ao intervalo na frente, depois de uma primeira parte pouco conseguida, em que Miguel Silva evitou o empate mesmo no final do primeiro tempo, com uma intervenção difícil em resposta a cabeceamento de Diogo Freitas.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?