Viva 2021

Por Adelina Paula Pinto, Vice-presidente e vereadora da Câmara Municipal de Guimarães

E o Ano Novo chegou! Este ano com uma ansia comum a todos nós, não pela chegada do ano novo mas sim para nos despedirmos o mais rapidamente possível de 2020, por acreditarmos, nem que seja por um momento, que o ano velho nos levou os vírus, as aflições, o confinamento e as máscaras!

E 2020 foi realmente embora, mas rapidamente acordamos do nosso sonho. Não se aplica o Ano Novo, Vida Nova, já que os velhos problemas permanecem na nossa vida! O vírus continua ativo e bem contagioso, o distanciamento social e a etiqueta respiratória vieram para ficar, os abraços e os beijos continuam mandados para as calendas gregas!

Nunca de forma tão rápida caímos na realidade! Habitualmente ainda andamos umas semanas enlevados, acreditando que tudo vai mudar no novo ano, desta vez foi só ligar a TV e estava lá tudo igual. Apenas uma nuance, uma luz, uma vacina que nos pode livrar deste tempo improvável e imenso!

E já que à nossa frente está ainda um grande nevoeiro, uma grande imprevisibilidade, vamos olhar para trás, para ver o que trazemos connosco para 2021.

Quase todos os anos vejo publicado um quadrado da caustica Mafaldinha que interpela sempre os humildes cidadãos com uma frase bombástica “Aposto que o ano que agora começa espera que as pessoas é que sejam melhores”. E será que esta pandemia e este ano de 2020 nos fez pessoas melhores?

Que trazemos nós de 2020? Permitam-me que passe para um discurso mais pessoal.

Acima de tudo eu trago pessoas, boas pessoas, amigos de longa data e recém conhecidos. Mas deixei alguns pelo caminho, aqueles que só nos pesam nas costas, que nos apontam o dedo, que nunca estão disponíveis quando são necessários, os críticos do sistema, os que criticam porque sim e… porque não! Trago os que estão sempre presentes, os que sabem ajudar, os que não ficam ofuscados pela sua imagem ou foto, os que acreditam que fazemos parte dum coletivo e que todos juntos podemos fazer um mundo melhor!

Trago saudade, saudade de tudo que era tão normal, ir almoçar a casa dos meus pais, jantar com os amigos, receber pessoas lá em casa, fazer jantares para amigos, abraçar muito e tanta gente! Saudade de viajar, de entrar num avião, de me sentar a conversar pela noite dentro, sem confinamentos, sem ajuntamentos e outros “entos” que nos infernizam a vida!

Trago gratidão, gratidão a todos os profissionais de Saúde que estiveram sempre na primeira linha, gratidão à ciência pois temos uma vacina num tempo record, gratidão a todos os anónimos que ajudaram a minimizar os efeitos desta pandemia! Gratidão a todos que me disseram sim, e foram tantos, nestes meses largos de 2020!

Trago maior sentido de serviço público, de olhar atentamente para o outro, de perceber que cada pequena coisa pode fazer a diferença na vida de cada um! Coisas tão simples como arranjar um teste, uma declaração, um cabaz de alimentos, um apoio psicológico, fizeram tanta diferença na vida de alguém! Ser um decisor político não é só definir políticas e projetos, é fazer pequenas coisas, é ajudar cada um que necessita, com a firme convicção que hoje são eles, amanhã podemos ser nós!

Trago alegria e muita vontade de fazer coisas, alegria por termos ultrapassado grande parte desta tormenta, alegria porque estamos melhor preparados para o que aí vem! E muita vontade de trabalhar, de fazer tudo o que não conseguimos fazer em 2020, de voltar a colocar a Educação e a Cultura no centro do nosso mundo! E muita vontade de ajudar a encontrar caminhos que aligeirem a crise económica e social que se está a instalar entre nós!

Esta é a minha bagagem para 2021! Feliz Ano Novo!

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?