ACM PEDE DEMISSÃO DO SECRETÁRIO DE ESTADO DA JUVENTUDE E DO DESPORTO

A Associação de Ciclismo do Minho (ACM) pediu a João Paulo Rebelo, atual secretário de Estado da Juventude e do Desporto a demitir-se.

Num comunicado, assinado por José Luís Ribeiro, presidente da ACM, o organismo faz duras críticas à ação de João Paulo Rebelo e acusa-o de não conseguir distinguir os conceitos de “desporto” e “futebol”.

Na sequência das últimas notícias acerca da violência no futebol, José Luís Ribeiro começa por questionar se “perante a notória incapacidade do futebol (Federação Portuguesa de Futebol, Liga de Clubes, etc.) resolver o grave problema da violência associada à modalidade, será que o Estado vai continuar a assobiar para o lado esperando, também ele, que aconteça (mais) uma desgraça?”.

O presidente da ACM, à sua própria questão, responde que “infelizmente, está tudo dito e esclarecido quando o próprio Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, volta a protelar medidas resolutivas e não compreende nem distingue os conceitos de ‘futebol’ e de ‘desporto'”.

No comunicado lê-se ainda: “quando o futebol conquista um feito desportivo, a matéria é transformada em assunto de Estado com condecorações, receções na Presidência da República e Assembleia da República. Quando outra modalidade conquista algo, os mesmos protagonistas políticos esquecem-se ou ficam-se por um mísero comunicado, daqueles que são emitidos “às toneladas”. Quando o futebol manifesta mais efusivamente a brutalidade que vai semeando no quotidiano, exatamente os mesmos protagonistas políticos, encolhem-se e dizem que se está perante um problema do desporto. Sério, honesto e coerente seria – tal como acontece nas coisas boas – também discriminarem as modalidades nestes casos”.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?