ACTG garante que não houve “pressões” para realização de vídeo promocional

A Associação do Comércio Tradicional de Guimarães (ACTG) garante que “não foi sujeita a quaisquer pressões de qualquer órgão autárquico”, para a divulgação do vídeo de promoção lançado na passada semana. A resposta surge depois de, em reunião de câmara, o vereador André Coelho Lima, do PSD, ter afirmado que o autarca Domingos Bragança e a vereação socialista usaram o vídeo lançado pela ACTG para se promoverem.

Em comunicado, a ACTG explica que o vídeo promocional foi realizado por um associado, cujo nome aparece no final. “Este vídeo é da inteira responsabilidade da ACTG e reafirma veementemente que não foi sujeita a quaisquer pressões de qualquer órgão autárquico”, pode ler-se no comunicado assinado por Cristina Faria, presidente da Direção da ACTG.

A responsável deixa ainda críticas ao vereador André Coelho Lima e recorda que foi a ACTG que convidou o presidente da Câmara e outros vereadores. A ACTG “lamenta profundamente” que o presidente da Câmara de Guimarães e “outras individualidades autárquicas” tenham sido “acusados de oportunismo político”, frisa. De acordo com a mesma “só após muita insistência da Direcção da ACTG, as referidas individualidades decidiram colaborar atendendo às razões apresentadas na altura: defesa do comércio de rua e transmitir confiança aos vimaranenses de que era seguro frequentar o comércio de rua, quando este está a cumprir todas as normas dimanadas da DGS”.

https://www.facebook.com/watch/?ref=external&v=3083559988378456

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?