Alunos em isolamento da UMinho podem adiar avaliações

O reitor da Universidade do Minho publicou em despacho que os estudantes em isolamento profilático não terão, à partida, de fazer as avaliações à distância.

O documento intitulado “Excecionalidades das atividades de avaliação das aprendizagens e provas públicas” indica que as avaliações decorrem “em regime presencial, salvo se a evolução das condições sanitárias, por determinação das autoridades de saúde, o vier a impedir”.

Relativamente aos alunos que, de acordo com as orientações das autoridades de saúde, se encontrem em quarentena ou em isolamento profilático na data prevista para a realização da avaliação devem “estabelecer com o coordenador da Unidade Curricular o formato e anova data para a realização da prova”, após cumprirem o período de confinamento.

Rui Vieira de Castro ressalva, ainda assim, que esse momento terá de ser realizado “de modo a permitir o lançamento das classificações a tempo de o estudante participar na época de recurso, caso se aplique”. Como alternativa, o docente responsável pela disciplina pode “acordar com o aluno a realização, na época de recurso, de exame relativo, apenas, à parte do programa correspondente”.

Quanto aos estudantes que pertençam a grupos de risco “terão de realizar as atividades de avaliação periódica em regime presencial, em sala reservada aos mesmos”, a não ser que haja uma indicação contrária das autoridades de saúde.

O regime de avaliação contínua deve “decorrer no mesmo regime em que funcionam as respetivas aulas”.

Mestrados e Doutoramentos

Quer as provas académicas de mestrado e de doutoramento, estas devem ser realizadas presencialmente. Assim como as provas para atribuição dos títulos de agregado ou de especialista. Contudo, existem algumas exceções.

Os candidatos residentes nos Açores ou na Madeira e os candidatos estrangeiros que “não se encontrem em Portugal e que, devido às condições sanitárias, estejam impedidos de se deslocar à UMinho para participar nas respetivas provas académicas”, podem solicitar, a título excecional, que a sua participação decorra à distância, através do serviço Colibri da FCCN – Unidade Computação Científica Nacional da Fundação para a Ciência e Tecnologia.

No caso das avaliações e das provas públicas serem presenciais, essas atividades poderão ocorrer ao sábado “sempre que necessário, por razões de disponibilidade de espaços”.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?