André Coelho Lima dá lugar a Paulo Cunha na vice-presidência do Conselho Nacional do PSD

O concelho de Braga continua representado no Conselho Nacional do PSD. A nova comissão política nacional do partido, liderada por Luís Montenegro, recebeu a expressiva votação de 91,7%, no 40º congresso nacional, que decorreu este fim de semana, no Porto.

© Direitos Reservados

Assim, Paulo Cunha, ex-presidente da Câmara Municipal de Famalicão e atual líder da distrital, sucede a André Coelho Lima, na vice-presidência do conselho nacional do partido.

Ao Mais Guimarães, neste momento a participar na reunião anual da (OSCE) Organização de Segurança e Cooperação na Europa, em Birmingham, como vice-presidente da delegação portuguesa, o deputado vimaranense André Coelho Lima lembra que, logo após as eleições legislativas de janeiro último, e ainda sem conhecer o sucessor de Rui Rio na liderança dos sociais-democratas, que estaria, com a sua saída, “indiponivel para ocupar qualquer cargo de natureza partidária”.

Na sua intervenção no congresso, André Coelho Lima enalteceu a importância de “paz e unidade” no partido, reconhecendo o trabalho desenvolvido por Rui Rio em prol do partido e do país. Ao novo presidente do PSD, o deputado vimaranense endereçou o maior dos sucessos. “É mais fácil dizer que o seu êxito de Montenegro é o êxito de todos nós, mas é mais do que isso. É o êxito de Portugal em poder ter o PSD à frente dos seus destinos e isso é aquilo que desejo”, completou.

Tal como esperado por muitos aquando da decisão de não se recandidatar ao último mandato na Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha abraça agora novos desafios no partido, garantindo que o PSD está “a construir uma alternativa ao atual Governo”. “Se há coisa que eu aprendi no meu percurso político é que não basta ter boas ideias ou boas propostas. Temos que ter o método certo e percorrer o caminho ajustado para chegarmos a esses resultados”, referiu relativamente às propostas apresentadas por Luís Montenegro.

Para Jorge Adélio Costa, secretário-geral da distrital de Braga do PSD, “o distrito de Braga não só saiu do Congresso Nacional do PSD como uma excelente representatividade, mas também como protagonista, pois muito do sucesso dos próximos anos está na mão destes nossos representantes”.

“A representatividade do nosso distrito nos órgãos nacionais do partido – reforçada pelos resultados de uma solidão reconhecida- eleva responsabilidade de Braga na condução dos destinos do partido, da liderança da oposição e da agenda política nacional que não esquece os anseios da população de norte a sul do país”, finalizou o social-democrata.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?