António Miguel Cardoso: “O Vitória continuará a manter todo o controlo da SAD”

Os sócios do Vitória reúnem, esta sexta-feira, no Pavilhão da Unidade Vimaranense, em Assembleia-Geral Extraordinária, estando na ordem de trabalhos a apresentação, discussão e votação de autorização para a Direção, no âmbito da parceria com a V Sports S.C.S., deliberar sobre uma proposta de alteração do pacto social da Vitoria Sport Clube Futebol, SAD, designadamente, da epígrafe do seu artigo 1º e da redação dos seus artigos 1º, 3º, 9º e 11º a 27º.

antonio-miguel-cardoso-Barra-+G-10-anos

Os sócios do Vitória reúnem, esta sexta-feira, no Pavilhão da Unidade Vimaranense, em Assembleia-Geral Extraordinária, estando na ordem de trabalhos a apresentação, discussão e votação de autorização para a Direção, no âmbito da parceria com a V Sports S.C.S., deliberar sobre uma proposta de alteração do pacto social da Vitoria Sport Clube Futebol, SAD, designadamente, da epígrafe do seu artigo 1º e da redação dos seus artigos 1º, 3º, 9º e 11º a 27º.

© Joana Meneses / Mais Guimarães

As alterações ao pacto social estão a gerar preocupações na massa adepta. Em que medida serão benéficas para o Vitória?

É natural que os associados do Vitória Sport Clube se manifestem preocupados com as alterações que poderão ser feitas ao pacto social. Apesar disso, creio que a confiança prevalece, como ficou bem patente quando foi aprovada, por larga maioria, a parceria com a V Sports em assembleia geral. Alguns têm levantado questões sobre o assunto, o que é perfeitamente natural, e a direção do clube está na disposição de prestar os devidos esclarecimentos. Alguns já foram prestados, outros serão feitos na Assembleia Geral de sexta-feira. Essas alterações visam essencialmente a disciplina e o rigor na área financeira para que o passivo e o orçamento não se arrastem no tempo como problemas insolúveis. O nosso parceiro pretende que o futuro do Vitória fique marcado por um crescimento sustentável, atingindo outros patamares, num contexto de equilíbrio de orçamental. Tudo isso vai de encontro ao que nós pretendemos.

O que mudou desde a última Assembleia-Geral de março? Na altura, não estavam previstas alterações estatutárias?

Quando estabelecemos o pré-acordo com a V Sports, admito que estava convencido de que não haveria alterações. Depois percebemos que alguns pontos dos estatutos teriam de ser modernizados no sentido de haver maior rigor financeiro. São alterações que vão beneficiar, fundamentalmente, o Vitória.

Se forem aprovadas, o Vitória ficará à mercê do seu parceiro (V Sports)?

Se forem aprovadas, o Vitória estará em condições de caminhar de forma mais segura, contando com o músculo financeiro do novo parceiro. Mantendo a maioria do capital, o Vitória continuará a controlar a SAD. O domínio do clube na sociedade desportiva vai manter-se intocável. O Conselho de Administração da SAD será formado por três administradores indicados pelo Vitória e dois pelos restantes acionistas e serão sempre precisos mais de dois terços para validar qualquer alteração como aumento de capital, opas ou redução de capital. Ou seja, nada será feito sem o nosso consentimento.

Até ao momento, o Vitória tinha total poder em todas as áreas. Em que áreas perde poder?

Em nenhuma. O Vitória continuará a manter todo o controlo da SAD, o parceiro só nos vai apoiar no rigor orçamental e financeiro. Será sempre o Vitória a traçar o seu plano para cada época, sendo soberano na escolha de treinadores, jogadores, entre outros profissionais ligados ao futebol profissional.

Se forem recusadas as alterações, qual é o caminho? O Vitória terá de devolver o investimento já feito pela V Sports?

Se a proposta de alteração nos estatutos for recusada, a V Sports entenderá que o clube não está interessado na parceria. Teremos depois de acertar contas num plano de máxima correção e procurar outras soluções. Acreditamos, porém, que esta parceria com a V Sports tem tudo para dar certo e os nossos associados já perceberam que a SAD necessita de um reforço financeiro forte para planear as próximas épocas de forma tranquila, reforçando o seu quadro de profissionais de forma consistente, sem necessidade de vender ao desbarato.

PUBLICIDADE

Arcol

Partilhar

PUBLICIDADE

Ribeiro & Ribeiro
Instagram

JORNAL

Tem alguma ideia ou projeto?

Websites - Lojas Online - Marketing Digital - Gestão de Redes Sociais

MAIS EM GUIMARÃES