“Arte de bordar, património em Guimarães” em exposição na Sociedade Martins Sarmento

A Sociedade Martins Sarmento terá patente, a partir do dia 29 novembro 2022, a exposição “Arte de bordar, património em Guimarães”.

© Direitos Reservados

Arte decorativa sobre um determinado suporte, o bordado reveste-se de um expressivo valor cultural e simbólico. Independentemente dos ambientes que habitam, quer na esfera civil quer religiosa, os elementos bordados conferem dignidade às peças e aos seus possuidores, sendo em várias circunstâncias elementos que reforçam o estatuto e o prestígio de uma determinada pessoa.

Apesar das semelhanças, a técnica têxtil do bordado apresenta singularidades que a diferenciam de região para região. Em Guimarães, apresenta-se sobre tecido branco, especialmente linho, e os motivos decorativos, bordados numa harmonia de vários pontos, surgem de forma monocromática. 

Em comunicado às redações, a Sociedade Martins Sarmento explica que a exposição “dá a conhecer a técnica do bordado em Guimarães e as suas particularidades, para além da variedade de aplicações que se observam, especialmente em peças de ambiente doméstico, vestuário e adereços”.   

©2023 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?