Bloco defende mais investimento em transportes públicos, habitação, apoios sociais e ambiente

No âmbito da elaboração do Plano de Atividades e Orçamento para o ano de 2021, a Comissão Coordenadora Concelhia de Guimarães do Bloco de Esquerda foi recebida pelo executivo camarário para conhecer as linhas gerais dos documentos previsionais e apresentar as suas propostas. As prioridades do partido são transportes públicos, habitação, apoios sociais e ambiente.

Em termos de mobilidade, o Bloco de Esquerda defende “o alargamento da rede de transportes públicos urbanos a preços tendencialmente gratuitos”, “uma política de ordenamento do território que privilegie a mobilidade pedonal, a ciclovia e as vias exclusivas para transportes públicos” e “o alargamento dos descontos nos passes no âmbito do Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART)”, pode ler-se em nota enviada às redações.

O partido propõe também “um programa municipal de arrendamento de habitações a preços acessíveis, reforço das verbas para apoios às pessoas mais afetadas pela crise” e “uma rede pública de creches, infantários e lares de idosos”.

O Bloco de Esquerda quer ainda que a Câmara “assegure a limpeza das margens” dos cursos de água e “diligencie junto das entidades competentes a fiscalização e penalização dos poluidores”.

“Estas propostas refletem os compromissos assumidos pelo Bloco no programa eleitoral apresentado nas últimas eleições autárquicas e perspetivam a melhoria das condições de vida da população, através de soluções para problemas que urge resolver, como na habitação e transportes, bem como para assegurar que neste período de crise económica e social ninguém fica para trás”.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?