CASO DAS MORTES EM PRAXE NA U.M. NUM IMPASSE

De acordo com o Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), a peritagem solicitada pelo Tribunal da Relação de Guimarães à estrutura do acidente que matou três estudantes durante uma praxe é agora “impossível”. Em março deste ano o tribunal ordenou a repetição do julgamento dos quatro estudantes envolvidos, mas a situação chegou agora a um impasse.

Depois de, numa primeira fase, os quatro jovens terem sido absolvidos pelo Tribunal de Braga da acusação de homicídio por negligência, o Ministério Público apresentou um recurso que visava nova peritagem à estrutura do acidente, dando indicações quanto às questões a averiguar. O acidente ocorreu em abril de 2014 e a estrutura já não existe neste momento, pelo que a avaliação exigida já não é viável.

A notícia é avançada na edição de hoje do Jornal de Notícias.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?