CDS-PP preocupado com défice de camas para estudantes

“O financiamento do ensino superior e a falta de alojamento para os estudantes são questões que preocupam a direção da Associação Académica da Universidade do Minho (AAUMinho), com quem estive reunido, e que precisam de uma solução”, afirmou Areia de Carvalho, primeiro candidato do CDS-PP à Assembleia da República pelo distrito de Braga.

© Direitos Reservados

O candidato pelo distrito de Braga do CDS falava após uma reunião na sede da AAUMinho, onde foi recebido pelo seu presidente da direção, Rui Oliveira, e outros dirigentes. “Estas questões que afetam o ensino superior, não só no distrito de Braga como em todo o país. Estarão na primeira linha das preocupações do CDS-PP na próxima legislatura”, afirmou Areia de Carvalho, responsabilizando o Governo do Partido Socialista pelos problemas existentes.

“A verdade é que o Governo do PS fez promessas, criou um programa para o alojamento dos estudantes universitários, mas não cumpriu e manifestou-se incapaz de cumprir”, explicou o candidato do CDS-PP, lamentando que António Costa proponha agora realizar o investimento necessário “à boleia dos dinheiros da chamada bazuca europeia”.

O partido recorda que a Universidade do Minho viu, pela última vez, um aumento significativo do número de camas disponíveis para os seus estudantes, em 1998. “Na altura, a universidade era frequentada por 14 mil alunos. Agora, 24 anos depois, a Universidade do Minho é frequentada por 19.632 e continua com o mesmo número de camas”, destacam afirmando que “a situação é dramática”. Acrescentam ainda que, “com o crescimento das cidades de Braga e Guimarães, proporcionou-se um aumento drástico da procura de alojamento, conduzindo ao escalar dos preços praticados pela esfera privada”.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?