CIAC DE GUIMARÃES É “CENTRO DE EXCELÊNCIA”

O CIAC – Centro de Informação e Apoio ao Consumidor de Guimarães está a celebrar 30 anos. Este é um serviço que está à disposição dos consumidores e que pretende ajudar na sua defesa e proteção. Para Ana Catarina Fonseca, da Direção Geral do Consumidor, o CIAC Guimarães é um “centro de excelência”.

“Em Guimarães o CIAC foi uma aposta do município. Achamos essencial este serviço numa cidade moderna, que ajuda os cidadãos a resolverem os seus problemas”. Foi desta forma que Adelina Pinto, vice-presidente da Câmara Municipal, começou por abordar o aniversário do CIAC, comemorado num Encontro Nacional que hoje chega ao fim. A importância de fazer chegar aos consumidores a existência deste serviço foi um dos pontos destacados, sendo mesmo visto como o foco para o futuro. “Temos consciência dos nossos pontos fortes, mas é preciso crescer e é preciso mais comunicação. Muitas vezes chegamos apenas a parte das pessoas. Este terá de ser o nosso principal desígnio, o nosso foco de trabalho”, realçou Adelina Pinto.

O mesmo ponto de vista foi defendido por João Torres, Secretário de Estado da Defesa do Consumidor, que assume que a mensagem não chega a toda a população. “É preciso fazer mais e melhor, é preciso reforçar estas ações, o informar, o sensibilizar e o capacitar. Saber comunicar com os consumidores é um desafio e estamos muito concentrados nisso”, explicou, acrescentando que os CIAC’s “têm um papel imprescindível quando se fala na defesa do consumidor”.

A defesa do consumidor, em Guimarães, funciona de forma integrada entre o CIAC e o Triave – Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo, cujo papel foi também destacado. “É preciso dar mais notoriedade aos Centros de Arbitragem, fazê-los ser mais reconhecidos”, afirmou João Torres.

O Secretário de Estado da Defesa do Consumidor explicou ainda as principais dinâmicas dos padrões de consumo atuais, reforçando que é necessário um maior acompanhamento. “Os consumidores valorizam cada vez mais a produção nacional, estão cada vez mais atentos à temática da sustentabilidade e vão cada vez mais mudando os padrões em virtude da era digital”, concluiu.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?