Com a linha de apoio, o serviço de Cardiologia do HSOG atendeu mais de 400 chamadas telefónicas

© Mais Guimarães

Com o regresso da atividade assistencial programada, o serviço de Cardiologia do Hospital da Senhora da Oliveira de Guimarães (HSOG) suspendeu a linha de apoio telefónico. O canal de atendimento, que funcionou todos os dias entre as 10h00 e as 12h00, de 20 de março e 15 de maio, foi assegurado pelos médicos cardiologistas, que atenderam mais de 400 chamadas. A linha telefónica foi criada no âmbito do plano de contingência covid-19 do hospital e prestou esclarecimento em questões ligadas à medicação ou ao aconselhamento terapêutico, bem como sobre o comportamento a adotar durante este período.

O “objetivo essencial desta ação” passou por “impedir a propagação do novo coronavírus, evitando que os utentes se deslocassem ao hospital”. Na retoma gradual da atividade assistencial programada, o HSOG diz que “as consultas não urgentes já se encontram a ser remarcadas e realizadas”. A linha foi suspensa temporariamente e o hospital não ignora a hipótese de a mesma “vir a ser reativada”.  

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?