Concurso público para reabilitação dos Fornos da Cruz de Pedra ficou vazio

© Eliseu Sampaio / Mais Guimarães

O concurso público para a Reabilitação dos Fornos da Cruz de Pedra, lançado no passado dia 15 de fevereiro, não acolheu o interesse das empresas de construção, obrigando o município à realização de um novo procedimento concursal, que “será lançado ainda esta semana”, garantiu ontem Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal.




Para o edil, esta é uma “situação comum”, em que as empresas não vêm o valor base do concurso como atrativo, “ainda mais nesta altura em que nos reportam dificuldades na angariação de mão-de-obra”.

Ricardo Araújo, no período anterior à ordem do dia lamentava “mais este atraso”, referindo “custar um bocadinho a perceber porque é que ao fim de tanto tempo para lançar este procedimento, é lançado e com um valor que não é correspondente ao valor de mercado”. Para o vereador da coligação Juntos por Guimarães, agora resta “esperar, exigir e reivindicar que a Câmara, o mais cedo possível, seja capaz de lançar novo procedimento para concretizar esta obra”.

Em fevereiro, aquando do lançamento do concurso público, Domingos Bragança anunciou que as obras deveriam arrancar até maio. A obra tinha um valor base de cerca de 599 mil euros + IVA, e deveria estar pronta em oito meses.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?