Daniel Pereira Cristo entra e cria coletivamente para “Dar Corda à Casa”

No próximo dia 30 de janeiro, domingo, Daniel Pereira Cristo dá a conhecer o resultado dos encontros de tocata por ele liderados, na Casa da Memória de Guimarães. Após Dar Corda à Casa, com um conjunto de encontros informais a realizar nos dias 18, 20, 24 e 27 de janeiro, o músico protagoniza esta apresentação pública final, com acesso gratuito, que será partilhada “na esperança de fazer renascer na cidade a paixão pela nossa música tradicional e, em particular, pelos cordofones tradicionais”, faz saber A Oficina.

© Direitos Reservados

A Casa da Memória de Guimarães é, por estes dias, palco de uma exploração intrínseca das raízes musicais e instrumentais num percurso conduzido pelas mãos de Daniel Pereira Cristo. No último domingo do mês, 30 de janeiro, decorrem, entre a continuidade dos ensaios dos participantes e a apresentação da tocata entretanto criada, tertúlias em torno da construção de cordofones e da atividade violeira com grande tradição em Guimarães e que, entretanto, se perdeu.

Antes disso e rumo ao objetivo final, músicos profissionais e amadores que aceitam o convite de Daniel Pereira Cristo, encontram-se às 18h00 de 18, 20, 24 e 27 de janeiro na Casa da Memória para construir uma pequena tocata a ser partilhada com o público, instigando em Guimarães o renascer da paixão pela nossa música tradicional, nomeadamente pelos cordofones. 

Considerando o sentido nato de partilha e divulgação de Daniel Pereira Cristo, Dar Corda à Casa surge espontânea e naturalmente depois de, no ano passado, este mesmo artista ter desenvolvido um trabalho num caminho de encontro com pessoas para exploração, descobertas e recolha de sons, cantigas, dizeres e paisagens sonoras, naturais, citadinas, artesanais ou industriais pelo território de Guimarãs.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?