DGS alarga testes a quem contacta com infetados

A Direção-Geral da Saúde (DGS) vai alterar os critérios de testagem à Covid-19, alargando os testes a quem contacta com infetados. A nova estratégia abrange a realização de um teste de diagnóstico independentemente do risco do contacto ou dos sintomas.

A DGS apresentará “ainda esta semana ao Ministério da Saúde uma proposta de revisão da estratégia de testagem” para a nova fase de combate à pandemia de Covid-19.

É de salientar que desde 17 de julho de 2020 até hoje, a norma da DGS para rastreio de contactos prevê que os testes “nos contactos de alto risco podem ser considerados” de acordo com a avaliação do risco pelas Autoridades de Saúde, “especialmente nas situações de surtos e em pessoas com exposição prolongada” ao infetado – “como, por exemplo, coabitantes” -, sobretudo, em espaços fechados e pouco ventilados.

Depois de ouvir os epidemiologistas na reunião do Infarmed, a pedir mais testes, Marta Temido que a DGS estava a reavaliar o possível alargamento dos critérios de testagem.

“Neste momento, os testes são sobretudo preconizados para os contactos de alto risco e aquilo que pedimos que fosse avaliado tecnicamente era a possibilidade de o teste ser mais abrangente, independentemente do risco do contacto”.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?