Diminuição de acidentes rodoviários em 2020

De 2019 para 2020 diminuíram em 29 as vítimas mortais. Houve também menos 193 feridos ligeiros e menos 5.927 feridos graves.

Este domingo a Polícia de Segurança Pública (PSP) divulgou os dados num balanço da sua atividade de fiscalização rodoviária, em Portugal continental e nos arquipélagos da Madeira e dos Açores, durante todo o ano de 2020 e o primeiro trimestre de 2021.

A sinistralidade rodoviária e o número de mortos e feridos resultantes de acidentes de viação em 2020 diminuíram em 26%, comparativamente ao ano anterior, uma tendência de descida que se manteve no primeiro trimestre de 2021.

Em comunicado, a PSP dá conta de uma “importante redução de todos os indicadores” em 2020, face a 2019, com menos 29 vítimas mortais, menos 193 feridos ligeiros e menos 5927 feridos graves.

Em termos percentuais, a nível nacional registou-se uma quebra de 27,1% de acidentes de viação com mortos, de 24,6% de acidentes com feridos e de 26,5% de ocorrências de sinistralidade rodoviária.

Esta diminuição verifica-se num contexto de reforço das ações de fiscalização, imposto pelos Estados de Emergência decretados, explica a PSP.

Relativamente aos acidentes rodoviários, foram registados 44.583, dos quais 11.680 acidentes, resultaram em 78 vítimas mortais, 593 feridos graves e 13.141 feridos leves.

Do total de vitimas mortais resultantes destes acidentes, 64 registaram-se em Portugal continental, oito na região autónoma da Madeira e seis na região autónoma dos Açores.

Temporalmente, as maiores descidas em comparação com os meses homólogos de 2019 foram verificadas entre março e julho e de outubro a dezembro.

Quanto à tipologia, mantém a prevalência das colisões, seguem-se os despistes e os atropelamentos.

Esta tendência de diminuição da sinistralidade e das consequências diretas nas pessoas mantém-se em 2021.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?