E agora, Neno?

Por Eliseu Sampaio,
Diretor do grupo Mais Guimarães

Quinta-feira, feriado, 10 de junho, o relógio marca 23h40. Perguntam-me, numa breve mensagem, se consigo saber sobre o estado de saúde de Neno. “Estão a dizer que estão ambulâncias em casa dele e que terá morrido”, dizem-me nessa frase que me deixa imóvel, perplexo. Como poderia saber como está o Neno, àquela hora? Poderia deixar isso para o dia seguinte porque era certo que não lhe teria acontecido nada de extraordinário, muito menos tamanha fatalidade. Ao Neno, como aos heróis não, pensei.

Era suposto que a ideia parva de morrer nunca fosse calhar ao Neno, que ele ficaria eterno a sorrir-nos, a abraçar-nos e a motivar-nos a vivermos todos os dias, um de cada vez, como me disse num dos últimos encontros pela cidade, e a apreciarmos o que de melhor a vida tem.

A vida nunca haveria de deixar o Neno. Que ideia absurda essa!

E agora, Neno?

Quem nos vai sorrir, abraçar, motivar e alegrar como fizeste ao longo da tua vida? Quem vai vestir a tua capa e fazer mais feliz a nossa comunidade? Tu fizeste isso a uma comunidade inteira, sabes? Nas ruas, nas associações, nos jantares, nos clubes, onde estiveste, e ficamos agora órfãos desse teu entusiasmo, da tua companhia e alegria. Vais fazer-nos falta. Já sentimos a tua falta!

E agora Guimarães?

Tu que deste ao Neno a despedida que ele merecia, que choraste a perda de um dos teus maiores embaixadores, o que vais fazer com o legado que ele nos deixa.

Neno foi um exemplo. Foi Grande num estádio sem bancadas, sem redes, sem barreiras.

Atribuir-lhe o nome de um equipamento desportivo, como foi anunciado na reunião de câmara desta semana, creio ser limitar a sua vida ao aspeto desportivo, quando é o seu cariz humano, altruísta e abnegado que deveríamos valorizar. É aí que reside claramente o seu maior legado.

Atletas teremos muitos para admirar, mas Homens como o Neno, são claramente mais raros.

Obrigado por tudo, Neno.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?