ENTREVISTA: [ENTRE] É O CONVITE QUE MANUEL DE OLIVEIRA NOS DÁ

Manuel de Oliveira apresenta, às 21h30 deste sábado, no Centro Cultural Vila Flor, o seu mais recente projeto. Chama-se [ENTRE] e sucede a Iberia Live, um projeto de 2016 do guitarrista vimaranense. O Mais Guimarães falou com o músico para entender o que está por detrás deste convite em forma de disco. 

@João Bastos/ Mais Guimarães

O que podemos esperar deste [ENTRE], apresentado no CCVF?

Esperamos um concerto especial, por ser um concerto em casa. É um concerto que vai ter dois convidados muito especiais: a Sandra Martins no violoncelo e o João Frade. Inicialmente estava para ser o percurso normal dos discos que é primeiro ir a estúdio e só depois levá-lo para o palco. Mas, tendo em conta o caráter muito pessoal e muito intimista deste projeto, optamos por fazê-lo ao contrário. Vamos gravar todos os concertos e este não será exceção.

Pelo nome do próprio projeto, podemos considerar que é um convite aos amigos, músicos e público a participarem nesta festa e nesta alegria de partilharem consigo estes momentos musicais?

O [ENTRE] vem precisamente dessa reflexão. Grande parte deste trabalho tem temas a solo, para além das participações especiais. E uma das coisas que eu sentia, dentro do estúdio, era que faltava público. Eu sentia que estava a tocar em frente ao espelho, quase. Este [ENTRE] só existe, de facto, se existir eu como artista e alguém do outro lado em tempo real. Acho que ganha um carácter emocional completamente diferente. É esse fio condutor, esse fio que me liga ao público e a outros artistas que participam neste trabalho.

O Manuel da Oliveira tem um percurso muito particular, em que constrói a sua carreira a solo, com a sua guitarra literalmente debaixo do braço e de quando em vez surge num projeto em que outros grandes músicos aparecem consigo. São projetos todos muito diferentes uns dos outros. Porquê?

A minha maneira de estar na música é um pouco deixar que a vida traga esses momentos. Há uma coisa que eu gosto muito de facto e que acho que é uma particularidade, que é de trocar experiências com outros músicos, também sobre o ponto de vista de aprender, porque eu como autodidata… A minha aprendizagem é muito essa troca com outros músicos, outros compositores. Quando tenho interesse e quando me identifico de alguma maneira com um músico ou um artista, eu vou procurar ter com ele ou ela e tentamos sempre fazer alguma coisa. Às tantas, por aí, poderá ser a origem desta variedade de coisas que vou fazendo.

@João Bastos/ Mais Guimarães

Acha que esse projeto é acarinhado pelo público vimaranense? À medida da dimensão que consegue fora de Guimarães.

Guimarães é uma cidade que tem muita oferta cultural e, às vezes, não há espaço para as pessoas comunicarem de uma forma muito massificante, nem é muito a intenção deste projeto. Mas à medida que as pessoas vão descobrindo que há um dia por mês, naquele local, que podem ver uma coisa nova e exclusiva e original, num ambiente sempre muito intimista, próximo dos artistas, as pessoas gostam e voltam. Eu tenho tido esse feedback porque este projeto, apesar de ser um projeto que é realizado dentro de um hotel, é um convite também à comunidade para ir ao hotel. E acaba por ser muito interessante, nomeadamente este cruzamento entre aqueles que são os locais e os hóspedes, gente de vários países que acabam por ser um ponto de encontro interessante de troca e de interação.

Espera casa cheia certamente no dia 21 de setembro, dia onde apresentará o [Entre] no CCVF, e espera também que as pessoas venham apoiar uma instituição muito querida de Guimarães que é beneficiada com este espetáculo que vai aqui dar.

Verdade, eu espero casa cheia. A instituição Casa da Criança, que é uma instituição pelo qual tenho muito carinho e uma causa que me emociona, principalmente por isso, porque trata de crianças que não têm família, ou que tem, mas que não estão nas melhores condições. Já algum tempo que eu tinha vontade de procurar dar o meu contributo a esta instituição e surgiu esta oportunidade. Espero contar convosco.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?