Guimarães avança com equipas multidisciplinares de saúde no terreno

As primeiras equipas multidisciplinares de saúde criada no âmbito da resposta à pandemia da COVID-19 em Guimarães foram esta quinta-feira para o terreno. Estas primeiras equipas terão uma intervenção em toda a rede escolar do concelho de Guimarães.

© Direitos Reservados

Estas equipas são constituídas por um enfermeiro do ACES do Alto Ave, um técnico de serviço social da Câmara Municipal e um elemento das Forças de Segurança. Estão definidas cinco equipas multidisciplinares de suporte com intervenção nas e escolas e na comunidade em todo o território concelhio, num processo que decorre em articulação com a ARS Norte e ACES do Alto Ave (estruturas representativas do Ministério da Saúde) e a Câmara Municipal de Guimarães.

Domingos Bragança “destacou a criação desta resposta no âmbito da estratégia de combate à pandemia”. “Há muitas semanas que estávamos em contacto com o Ministério da Saúde para a criação destas equipas multidisciplinares em Guimarães que, agora, vão para o terreno, com toda a informação ao pormenor do rastreio local da pandemia. Através destas equipas será possível garantir o apoio direto à população e, principalmente, à comunidade escolar numa relação direta e de proximidade que permite igualmente agir de uma forma célere e de prevenção à propagação deste vírus”, pode ler-se em comunicado enviado às redações.

A vereadora da Educação, Adelina Pinto, realçou que estas equipas “vão dar um contributo essencial na área da logística, da saúde e da segurança perante alguns dos problemas detetados na comunidade escolar”. É
fundamental desenvolvermos políticas de prevenção e maior informação aos nossos jovens para combater esta pandemia”.

Segundo do comunicado, a Equipa Multidisciplinar de Suporte Escolar “tem uma atuação para a prevenção e controlo da transmissão do vírus no que respeita às dúvidas e à gestão de casos, contactos e surtos em contexto escolar, criando um circuito de resposta integrada e efetiva, reforçando a comunicação externa com a comunidade escolar”.

As Equipas Multidisciplinares de Suporte Comunitário “realizam visitas de acompanhamento, partilha de informação relevante, apoio aos cidadãos em situação de confinamento obrigatório, verificam se os cidadãos em confinamento obrigatório necessitam de ajuda alimentar, apoio social ao próprio ou à sua família, necessidade de apoio psicológico ou verificar da adequação das condições da habitação para cumprimento do confinamento
obrigatório”.

Estas equipas multidisciplinares funcionam todos os dias, com a coordenação assegurada pelo ACES do Alto Ave
e a Unidade Saúde Pública

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?