GUIMARÃES RECEBE CONGRESSO MÉDICO INTERNACIONAL

Decorreu esta manhã a apresentação do Congresso Internacional da Artery Society. O congresso, organizado pela Escola de Medicina da Universidade do Minho e o Centro para a Investigação e Tratamento de Hipertensão Arterial e Risco Cardiovascular do Serviço de Medicina Interna, do Hospital de Guimarães, vai decorrer na cidade-berço entre os dias 18 e 20 de outubro.

O congresso, que vai na sua 18.º edição, realiza-se pela primeira vez na Península Ibérica e por Guimarães vão passar entre 300 a 400 médicos e cientistas ao longo dos três dias do evento. Para Pedro Guimarães Cunha, presidente da Comissão Organizadora do Congresso Internacional de Artery Society, o interesse do concelho é claro: “é muito apelativo para a Universidade do Minho, para o hospital de Guimarães e para a própria cidade”, afirmou. “Pusemos o foco na principal causa de morte no nosso país, e sobretudo aqui na zona norte, que são as doenças cérebro-vasculares”, explicou ainda acerca do congresso.

Em paralelo com o programa, vão decorrer também simpósios satélite que Pedro Guimarães Cunha considera serem uma mais-valia. Um deles vai reunir oito sociedades científicas mundiais, com cerca de 45 peritos mundiais na área, que irão “traçar um conjunto de estratégias” importantes para aplicar no futuro. O outro vai juntar 16 centros clínicos ibéricos, naquilo que se pretende ser uma “união entre a experiência clínica e o saber universitário”.

Para Henrique Capelas, presidente do Conselho de Administração do Hospital de Guimarães, este é um congresso importante para o concelho e para o país. “Não é fácil trazer para Portugal 300 experts como Guimarães vai fazer. Para nós, é especialmente importante porque o nosso hospital é, nesta área, um centro de excelência”, admitiu. Henrique Capelas considera também importante o foco dado à prevenção e não apenas à medicina curativa: “Este congresso vem ao encontro da aposta na medicina preventiva”.

Adelina Pinto, vice-presidente da Câmara Municipal, marcou igualmente presença nesta conferência de apresentação, destacando a importância do município se associar a estes eventos. “Achamos que a cidade deve promover o conhecimento”, concluiu Adelina Pinto.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?