GUIMARÃES REDUZ PARA 23,3% AS EMISSÕES DE CARBONO EM 2017

Anúncio foi comunicado durante uma apresentação da candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia 2020. Este sábado de manhã, realiza-se nova sessão no Laboratório da Paisagem, com os líderes empresariais.

O concelho de Guimarães conseguiu, em 2015, reduzir as emissões de carbono para a atmosfera em 20% – objetivos fixados por metas europeias para 2020 -,2 chegando aos 23,3% no ano de 2017. Fruto da avaliação de 21 fatores, Guimarães foi distinguido com o prémio “Bandeira Verde ECOXXI”.

“Abraçámos o caminho da sustentabilidade ambiental. É este caminho que fará de Guimarães um território amigo do ambiente, onde se viva em harmonia com a natureza, a par com o desenvolvimento económico e tecnológico. Todos têm de estar envolvidos, porque este é o caminho certo. Não há outro”, referiu Domingos Bragança, presidente do município, durante uma sessão de apresentação da candidatura vimaranense a Capital Verde Europeia 2020, destinada às Instituições Particulares de Solidariedade Social, Associações e Clubes do concelho de Guimarães.

Na sessão, Isabel Loureiro, Coordenadora Executiva da Candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia 2020, salientou o caminho já percorrido, que teve início em 2014 com a elaboração de um diagnóstico ambiental destinado à identificação de problemas. A este, seguiu-se o Plano de Ação 2015/2017.

Recorde-se que Guimarães faz parte das 13 cidades candidatas ao prémio de Capital Verde Europeia 2020. As cidades finalistas serão anunciadas em abril (2018) e apresentarão a candidatura perante um júri internacional. Em junho, uma cidade irá ser galardoada com o Prémio Capital Verde Europeia 2020.
0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?