HOSPITAL E AUTARQUIA VIMARANENSE PROMOVEM SESSÃO PARA REDUZIR TAXA DE AVC

Partilha de conhecimentos numa sessão onde se discutiu os vários cenários na atuação em casos de Acidente Vascular Cerebral (AVC).

A implementação de uma Unidade de Tratamento de AVC no Hospital de Guimarães é um sonho em vias de ser uma realidade. Essa foi uma das novidades anunciadas esta quinta-feira, 09 de maio, na sessão sobre a “Atuação em Casos de Acidente Vascular Cerebral”, promovida pelo Hospital Senhora da Oliveira e o Centro Académico e de Formação, com o apoio do Município de Guimarães.

A vice-presidente da Câmara de Guimarães, Adelina Pinto, destacou na sessão de abertura o “novo paradigma” na área da saúde, enaltecendo o facto do Hospital de Guimarães “assumir a preocupação em olhar para dentro” no sentido de melhorar os serviços de saúde. “Estamos perante uma organização que pensa e reflete na busca constante da melhor formação e abrindo-se aos outros”, congratulou ainda Adelina Pinto.

Apesar do Município não ter qualquer competência direta na área da saúde, Adelina Pinto sublinhou que a Câmara Municipal “tem de ser parceira neste tipo de eventos”, destacando a preocupação e a atenção com o bem-estar dos seus munícipes. “Por muito orgulho que temos em ser uma cidade de Património, de História ou Cultura, mais do que isso queremos ser uma cidade de pessoas e para pessoas, e provar isso no bem-estar todos através de melhores condições de saúde”, vincou a vice-presidente da Câmara.

Este evento teve como objetivo a partilha do conhecimento nos campos da atuação pré-hospitalar no AVC e no cuidado domiciliar pós-AVC, contando com a participação dos profissionais das corporações de bombeiros da região, médicos, terapeutas, psicólogos, cuidadores informais, entre outros.

O médico Pedro Cunha, responsável pelo comité organizador, destacou a “união de esforços” entre Hospital e Câmara para proporcionar o debate sobre “um problema tão vasto e importante da sociedade” realçando o alerta à população sobre os sintomas de um AVC, sendo uma das principais causas de morte no país e que, apesar da diminuição da mortalidade nos casos registados nos últimos anos, também é uma doença que tem aumentado o nível de sequelas nos doentes.

O diretor clínico do Hospital de Guimarães, Hélder Trigo, anunciou a implementação de uma Unidade de Tratamento de AVC como a concretização de “um sonho”. A nova Unidade terá em conta a prevenção, mas também o tratamento das pessoas que “muitas vezes é para a vida toda”, realçando a “partilha do conhecimento” e defendendo a continuidade do tratamento mesmo depois da alta no Hospital.

A sessão de abertura contou ainda com a participação de João Miranda, da administração do Hospital de Guimarães, Jorge Machado, Presidente da Federação dos Bombeiros do Distrito de Braga e ainda José Lopes, Provedor do Idoso do Município de Guimarães

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?