Investigadores da UMINHO estudam o jornalismo em tempos de pandemia

Entre os jornalistas portugueses,  92 % assumem que tentaram orientar os cidadãos para comportamentos durante o período de estado de emergência, o que poderá ter contribuído para o sucesso do controlo da pandemia de Covid-19 em Portugal.

Estes são os resultados, ainda preliminares, de um inquérito desenvolvido por um grupo de investigadores do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade do Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho e do CINTESIS, aplicado a 200 jornalistas, jornalistas de saúde, editores, coordenadores e diretores de órgãos de comunicação social.

Este inquérito é parte integrante de um projeto de investigação mais amplo, que visa analisar a cobertura jornalística da Covid-19 pelos media nacionais. A equipa de investigação é constituída por Felisbela Lopes, Rita Araújo e Alberto Sá (CECS/UMinho) e Olga Magalhães (CINTESIS).

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?