IPCA mantém exames presenciais nos termos da lei

Apesar das queixas de alguns alunos e pais de alunos, o Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) mantém o regime de avaliação presencial. As aulas no IPCA passaram a funcionar online, desde 22 de janeiro. 

Desde essa altura as únicas atividades que continuaram a funcionar em regime presencial foram os testes escritos, informa o Instituto. O IPCA invoca do Regime Jurídico das Instituições de Ensino Superior (RJIES) e dos seus estatutos e à semelhança de outras IES, cumpre com o definido pelo Governo,  nomeadamente o Decreto n.º 3-A/2021, de 14 de janeiro (aditado pelo Decreto 3-C/2021, de 22 de janeiro e pelo Decreto 3-D/2021, de 29 de janeiro), que regulamenta o estado de emergência : “Ficam suspensas as atividades letivas e não letivas presenciais das instituições de ensino superior, sem prejuízo das épocas de avaliação em curso”.

“Uma vez que já terminou o período de avaliação contínua o número de estudantes que está, e estará, a realizar exames é muito reduzido, estando asseguradas todas as regras e normas de segurança de combate à pandemia da COVID-19 definidas pela Direção Geral de Saúde (DGS) para o setor da Educação e do Ensino Superior e pela Comissão de Acompanhamento da Covid- 19 do IPCA no âmbito do Plano de Contingência desta Instituição”, faz saber o IPCA numa nota à redação do Mais Guimarães.

O IPCA nega as acusações de que haverá uma turma em isolamento por ter feito um exame presencial com um aluno que posteriormente teria testado positivo. “O IPCA não tem nenhuma turma em regime de isolamento (nem nunca teve nenhuma até a presente data)”, lê-se na mesma nota.

Apesar de outras Instituições de ensino superior terem alterado o regime de avaliação, nomeadamente passando todas os testes e exames para o online, o IPCA defende que a manutenção das “regras definidas à partida” é a melhor forma de cumprir com o principio da igualdade entre os estudantes.

O IPCA oferece 14 licenciaturas, 26 mestrados e pós-graduações e 16 cursos TeSP, divididos por quatro polos, em Braga, Barcelos, Vila Nova de Famalicão e Guimarães. O Instituto recebeu, na primeira fase do concurso de acesso ao ensino superior do ano letivo 2020/21, 706 novos alunos de licenciatura.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?