Junta de Caldelas agradece trabalho “visível e invisível” do município

©  Direitos Reservados

O presidente da Junta de Freguesia de Caldelas, Luís Soares, elogiou o trabalho realizado pela autarquia no combate à pandemia. Em comunicado da Junta, pode ler-se que Luís Soares participou na reunião da Comissão Municipal de Proteção Civil do Município de Guimarães, convocada por Domingos Bragança. Na reunião esteve em análise o plano de desconfinamento municipal que deverá ser apresentado nos próximos dias.

Em comunicado, pode ler-se que os Bombeiros Voluntários das Taipas também estiveram representados na reunião desta segunda-feira, através do seu comandante Rafael Silva, que, juntamente com Luís Soares, “agradeceu o empenho do Município e a colaboração dos serviços de proteção civil na proteção dos cidadãos das Taipas”.

Já Luís Soares “agradeceu à Câmara Municipal o trabalho visível e invisível do Município nas mais diversas áreas: na desinfeção, no apoio social, nas escolas”. O presidente da Junta apoiou a estratégia de desconfinamento gradual e a necessidade de se avaliar a possibilidade de reabertura dos cemitérios, dos parques de lazer de forma condicionada, do mercado de legumes e frutas e dos serviços da Junta de Freguesia em articulação com a Câmara Municipal de Guimarães.

O Presidente da Junta de Freguesia esclareceu ainda, em comunicado, que a Junta de Freguesia está disponível através do contacto telefónico ou email para retirar dúvidas sobre a aplicação da referida Resolução que concretiza o Estado de Calamidade, apelando a todos os cidadãos para que continuem a cumprir as regras de confinamento, designadamente o dever geral de recolhimento. “Estamos ainda numa situação difícil e apesar do desconfinamento há uma responsabilidade individual e coletiva de todos os cidadãos de cumprirmos as regras, protegermo-nos e protegermos o próximo”, disse Luís Soares.

Orientações em centro comercial questionadas

Luís Soares questionou ainda o Capitão do Destacamento Territorial da GNR sobre as orientações relativas às Lojas do Centro Comercial Passerelle e Galeria Comercial do Intermarché.

Já na manhã desta terça-feira, Luís Soares reuniu com o Comandante do Posto da GNR das Taipas. Em comunicado, a autarquia local escreve que, de acordo com a análise da Resolução do Concelho de Ministros do passado dia 30 de abril, nem todas as lojas daquele espaço comercial poderão estar abertas. “De acordo com a Resolução podem estar abertas as lojas comerciais com menos de 200 metros quadrados, independentemente de terem, ou não terem porta para a rua, desde que constem do anexo II do referido Diploma que se anexa”, escreve a Junta em comunicado.

Ao Mais Guimarães, o Comando Territorial GNR de Braga refere que os espaços comerciais devem estar encerrados e daí a sua presença no local. Apesar disso, as lojas informáticas podem estar abertas, por serem de primeira necessidade, como é o caso de uma loja no Centro Comercial Passerelle.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?