LIGA EUROPA: EMPATE A ZEROS ENTRE VITÓRIA SC E FCSB

Tudo empatado no Estádio Marin Anastasovici. A equipa do Vitória não foi além do nulo frente ao FCSB, deixando tudo em aberto para o duelo da próxima semana.

Em relação ao último jogo, Ivo Vieira procedeu a três alterações: entraram Douglas, Bondarenko, e  Bruno Duarte para os lugades de Miguel Silva, Pedro Henrique e Guedes. A equipa vitoriana sofreu um susto logo aos 3 minutos. Na execução de um livre, o central sérvio Planic introduziu a bola dentro da baliza de Douglas. Lance anulado, corretamente, por fora de jogo.

Os primeiros dez minutos da partida mostraram um jogo algo amarrado, talvez com um ligeiro ascendente para os homens da casa, que se mostravam mais pressionantes. O Vitória defendia bem, com as linhas juntas, tentando aproveitar os espaços que a equipa romena deixava na zona mais defensiva.

Notava-se claramente que este FCSB está uns furos acima dos dois adversários que os pupilos de Ivo Vieira enfrentaram para chegar a esta fase. E, aos 22 minutos, quase que se colocaram em vantagem. O camisa sete Coman recebeu a bola dentro de área e desferiu um remate rasteiro, que foi apenas parado pelo poste esquerdo de Douglas. Esteve à vista o primeiro golo no Marin Anastasovici, casa emprestada pelo Astra.

O Vitória não conseguia ligar o seu jogo, sentindo dificuldades em fazer o que mais gosta: ter bola. Aos 40 minutos, nova grande oportunidade para os romenos. O lance acabaria por ser anulado por fora de jogo, embora desta vez mal ajuizado. Chegava o intervalo com tudo a zeros.  Resultado que acabava por satisfazer mais o clube vimaranense, face à pálida exibição, principalmente no que diz respeito à construção de jogo do meio campo para a frente.

Começava a segunda parte e os erros continuavam a aparecer, no que diz respeito à circulação da bola. Na sequência de um erro de Musrati, Popa apareceu em boa posição, rematando para defesa eficiente de Douglas. Mas, aos poucos, a pressão exercida pelos romenos começava a diminuir e, com a entrada de Poha, o Vitória mostrava sinais de melhoria. Aos 65 minutos, Rochinha ficou a pedir penalti dentro da área romena. O árbitro Matej Jug mandou seguir.

As alterações mexeram com a equipa vitoriana. Agora mais pressionante, a partida começava a ser mais jogada perto da área do FCSB. Com as mexidas, Ivo Vieira conseguiu que a sua equipa ganhasse mais solidez, apresentando-se mais compacta. Com ambas as equipas já a apresentarem desgaste físico, o jogo tornou-se mais partido nos minutos finais. O golo poderia aparecer nos dois lados, algo que não chegou a acontecer.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?