LIGA MINI APRESENTA-SE COM “UMA NOVA ROUPAGEM” E COLOCA A FORMAÇÃO EM PRIMEIRO PLANO

Nesta edição do evento não haverá atribuição de pontos. A Liga Mini não terá um carácter competitivo e vai focar-se na formação das crianças através de jornadas temáticas.

Edição foi apresentada na Pista de Atletismo Gémeos Castro © Pedro C. Esteves/Mais Guimarães

No dia 15 de fevereiro, a Liga Mini, um evento que visa promover a prática de desporto e o fair-play junto dos mais novos, apresenta-se com uma “nova roupagem”. Dez anos volvidos desde a primeira edição, a Câmara Municipal de Guimarães e a Tempo Livre entenderam ser “hora de renovar”. Segundo o vereador do Desporto, Ricardo Costa, “é importante continuar a praticar desporto, mas olhar também para o ser-humano”. Desta forma, a prova passa a estar dividida em nove jornadas temáticas, sem atribuição de pontos. Este ano entrarão em campo 22 clubes e cerca de 800 jovens atletas.

Sérgio Abreu, coordenador da Tempo Livre fala de um “ato irreverente”. Na edição de 2020 vai ser “imposto um sistema diferente”: “Pela primeira vez a Liga Mini não tem caráter competitivo, sem o foco no resultado”. No evento deste ano vão ser abordadas temáticas como a psicologia, a nutrição ou a inclusão. Cada vertente terá uma jornada associada. “Estas vertentes beberam um pouco dos objetivos da Organização das Nações Unidas e com o intuito de perceber que dimensão podíamos dar à Liga Mini para dar valor ao Homem de amanhã”, resumiu Ricardo Costa.

Para o vereador, o desporto deve acrescentar algo na formação das crianças e aproximá-las na de valores fundamentais à sociedade. Assim, foram definidas jornadas alusivas aos temas da “Psicologia e Nutrição”, “Jornada da Comunicação”, “Jornada da Mascote”, “Jornada Solidária”, “Jornada da Arbitragem”, “Jornada da Inclusão”, “Jornada da Amizade”, “Jornada pela Igualdade de Género” e a “Jornada da Festa”.

 Na apresentação da prova estiveram também os capitães das duas equipas concelhias no mais alto escalão do futebol português. André André (Vitória SC) e João Aurélio (Moreirense). Ambos valorizaram o esforço da organização. No entender do capitão dos Cónegos, iniciativas destas “são de louvar”, já que a aprendizagem nestas idades se sobrepõe ao resultado. O capitão vitoriano salientou que este tipo de eventos “é fundamental”. “Nesta idade, por vezes, é difícil encontrar meios” para jogar, afirmou o médio do Vitória, acrescentando que gostaria de ter podido contar com uma competição semelhante quando era mais novo.

A edição foi apresentada na Pista de Atletismo Gémeos Castro. A Liga Mini arranca no dia 15 de fevereiro com a “Jornada da Psicologia e da Nutrição” e termina no dia 20 de junho. O evento nasceu há dez anos com o propósito de criar uma competição alternativa para clubes e atletas dos escalões mais novos.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?