LUÍS CASTRO QUER EQUIPA “AGRESSIVA NO ÚLTIMO TERÇO” CONTRA O FEIRENSE

O treinador do Vitória fez este sábado a antevisão do jogo contra o Feirense, marcado para segunda-feira, 20 de agosto, pelas 20h15.

“Temos de ter estabilidade defensiva, muito agressiva no último terço, muito equilibrada e sem perder equilíbrio defensivo”, apontou Luís Castro, como receita para bater um Feirense mais “estável” esta época, podendo jogar “um futebol mais apoiado e com os blocos mais juntos”.

Questionado sobre possíveis reforços até ao final da temporada, Luís Castro preferiu salientar os que já moram no Castelo: “temos em mãos à volta de 29 jogadores, não faz sentido. No futebol, instituiu-se que, quando as coisas não nos correm bem, venham jogadores. Se nos correm bem, está bem assim, não se mexe mais. As instituições estão muito para além daquilo que são os resultados… Aquilo que tenho de fazer é olhar para os jogadores e tentar rentabilizar ao máximo todos aqueles que tenho, que é um plantel de muita valia”.

Luís Castro rejeitou ainda a ideia de que o tempo alargado para preparar este jogo, uma vez que o último desafio foi na sexta-feira, na Luz, seria benéfico para a equipa. “Os jogadores estão habituados a preparar o próximo jogo em quatro, cinco ou seis dias, nunca em sete”, disse.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?