MUNICÍPIO DEMORA, EM MÉDIA, 16 DIAS A PAGAR A FORNECEDORES

O município de Guimarães está a demorar, em média, 16 de dias a efetuar os pagamentos aos seus fornecedores. Este é um valor que está abaixo da média nacional, que se situa nos 31 dias.

Uma análise feita pela Direção Geral das Autarquias Locais revela o tempo médio que os municípios demoram a fazer os pagamentos aos seus fornecedores. Quatro, a nível nacional, ilhas incluídas, pagam na hora mas, por outro lado, há dois que demoram mais de 600 dias. Os dados revelados ontem são relativos ao último trimestre de 2018. Guimarães situa-se a meio da tabela, com 16 dias de demora.

Tendo em conta os quatro trimestres do ano passado, o último foi o que registou um período mais longo para se concretizarem os pagamentos. No primeiro trimestre eram necessários 15 dias, mas nos segundo e terceiro o número reduziu para 12. Fazendo uma comparação direta com igual período, mas de 2017, Guimarães conseguiu reduzir em um dia, uma vez que em dezembro de 2017 a média de espera era de 17 dias.

Numa comparação com concelhos vizinhos Guimarães revela-se mais rápido nos pagamentos aos fornecedores do que Braga, cuja média temporal é superior à nacional (31 dias), fixando-se nos 37 dias. Já em Vila Nova de Famalicão o número é mais baixo: o município famalicense fez os seus pagamentos numa média de 13 dias.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2019 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?