Município vai atribuir mais 600 cartões no âmbito do programa “Abem: Rede Solidária do Medicamento”

A Câmara Municipal de Guimarães aprovou, na passada reunião do executivo municipal, a atribuição de mais 600 cartões no âmbito do programa “Abem: Rede Solidária do Medicamento”.

© Direitos Reservados

O programa surgiu de um protocolo, firmado em 2018, entre a autarquia e a Associação Dignitude que tem como objetivo assegurar aos mais carenciados o acesso livre, rápido e eficaz a medicamentos.

Através deste programa, a Divisão de Ação Social tem identificado, referenciado e atribuído um conjunto de cartões que garantem aos munícipes beneficiários a cobertura total do valor não comparticipado pelo SNS na aquisição de medicamentos sujeitos a receita médica.

O cartão, sem plafond associado, permite a cada beneficiário autonomamente, escolher e dirigir-se a uma das farmácias aderentes e adquirir a sua medicação, sem necessidade de apresentação de orçamentos, e sem tempo de espera.

O município comparticipa cada cartão com 100 euros, sendo o restante comparticipado pelo Fundo Solidário ABEM . Desde 2018, já foram entregues 2600 cartões no concelho de Guimarães.

Em declarações aos jornalistas, no final da reunião do executivo municipal, Domingos Bragança explicou que o município não impôs limite orçamental para a atribuição do apoio. Para aderir, cada cidadão deverá preencher os requisitos que são “bastante amplos”, devendo provar a sua carência económica. A comparticipação dos 600 novos cartões representa um investimento municipal de 60 mil euros.

O edil vimaranense lembrou ainda o apoio do município às faturas da água, em que a autarquia suporta os primeiros 5 metros cúbicos, medida que está a ser usufruída por cerca de dez mil famílias vimaranenses. O autarca especificou ainda que também no apoio à renda o município não colocou um teto orçamental.

©2022 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?