Novais de Carvalho: “Não há luz ao fundo do túnel. É fundamental que adotemos as recomendações da DGS”

Novais de Carvalho, diretor executivo do Agrupamento de Centros de Saúde do Alto Ave, foi o convidado de mais uma edição do “Em casa, à conversa com…”

O responsável reiterou a importância a importância da vacinação e das recomendações emanadas pela Direção-Geral da Saúde (DGS) para mitigar o impacto de uma eventual segunda vaga.

“Toda a gente tem de prestar muita atenção. Não é só a pessoa que está em causa, são os outros. Apesar de a evolução não ter sido tão aguda, não há luz ao fundo do túnel. É fundamental que cada pessoa adote as recomendações da DGS”, referiu.

Sobre a afluência aos centros de saúde, Novais de Carvalho referiu que “neste momento” só deve ir quem precisar. “Há a questão das pessoas que, não sentindo nada, são portadoras do vírus e correm o risco de infetar. Privilegiar quem precisa, há assuntos que se podem resolver por telefone, viodeoconferencia. Estamos a trabalhar na retoma. Estamos a trabalhar com as equipas. O plano está no terreno”.

O responsável sublinhou ainda que “houve casos de profissionais infetados”. “Acho que foram oito ou nove no ACES do Alto Ave” – por ventura, alguns dos casos nem foram contraídos no serviço, acrescentou.

©2020 MAIS GUIMARÃES - Super8

SUBSCRIÇÃO GRÁTIS

RECEBA O JORNAL MAIS GUIMARÃES

NO SEU EMAIL

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?