Operador de postos de carregamento pede isenção de taxas por falta de rentabilidade

A empresa Kilometer Low Cost, SA, venceu o concurso público realizado pela Mobi. E e é concessionária de dois postos de carregamento, em Guimarães, com quatro tomadas no total. A empresa vem agora requerer à Câmara Municipal a isenção de pagamento de taxas pela utilização do espaço público, “alegando a reduzida receita arrecadada”.

Foto: Rui Dias

Os postos de carregamento explorados pela Kilometer Low Cost são na alameda Dr. Mariano Felgueiras (3,7 kVA) , com duas tomadas e no largo António Leite de Carvalho (3,7 kVA), outras duas tomadas.

O custo das referidas licenças de utilização do espaço público importa em 1,560,96 euros (acrescido de IVA). A concessionária pretende que o Município emita as licenças de utilização privativa do espaço público, pelo período da concessão atribuída pela Mobi. E – 10 anos – com isenção de pagamento nos primeiros dois anos.

No período de isenção de pagamento a Kilometer Low Cost compromete-se a substituir os equipamentos instalados de forma que a potência por tomada passe para 22 kVA.

Se a proposta que vai a reunião de Câmara, com o fundamento do fomento da mobilidade elétrica e da descarbonização da economia, a isenção total de taxas, nos dois anos, será de 3.121,92 euros.

©2021 MAIS GUIMARÃES - Super8

Publicidade

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?