PAOLO BOUGEAT É O PRÓXIMO A “EXPERIMENTAR” O ÓRGÃO VIMARANENSE

@ Ivo_Rainha

Depois dos concertos de Giampaolo di Rosa com Ubaldo Rosso e Felician Rosca, chega a vez do italiano Paolo Bougeat (re)descobrir uma grande herança ibérica no mundo da música de igreja. O seu concerto acontece no sábado, dia 19 de maio, às 19h00 na Igreja de Santo António dos Capuchos.

Uma viagem musical entre os séculos XVI e XIX é o que propõe Paolo Bougeat, num final de tarde no mínimo inspirador. O reconhecido compositor italiano, que se formou no Conservatório “Giuseppe Verde” em Turim, tem no seu currículo vários prémios internacionais e mais de 500 concertos em vários países europeus.

Um ativo organista e cravista, Paolo Bougeat junta-se ao leque de personalidades europeias que foram desafiados a explorar o órgão ibérico da Igreja de Santo António dos Capuchos em Guimarães.

O recuperado instrumento é um símbolo da arte sacra vimaranense e tem estado ativo desde a sua recuperação, em 2009. O concerto conta com entrada livre e tem início às 19h00 na Igreja do Convento Santo António dos Capuchos, junto ao Paço dos Duques de Bragança.

Paolo Bougeat nasceu em Aosta, em 1963. A sua educação musical foi realizada no Conservatório “Giuseppe Verdi” em Turim, onde se formou em órgão e composição para órgão e cravo. Seguiram-se vários cursos de especialização, em particular o de Cremona sobre o repertório antigo francês para órgão, romântico e contemporâneo. Sua atividade de concerto começou em 1981 e levou-o a tocar mais de 500 concertos em Itália e em muitos outros países europeus.

É muito ativo como compositor (ganhou variados prêmios em competições internacionais), com especial atenção para a produção de música de órgão. As suas obras são publicadas por Edizioni Carrara em Bergamo. Tem atividade como organista e cravista, professor e editor. Particularmente interessado nos novos horizontes da arte da construção de órgão, desenvolveu teorias interessantes sobre o tipo de edifício para o órgão de tubos moderno; além disto, editou novos projectos sobre os órgãos de Arnad e Courmayeur, bem como para o recente instrumento de Saint-Vincent, concluído no verão de 2017.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

©2018 MAIS GUIMARÃES - Super8

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?